UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quarta-feira, 28 de setembro de 2022

DCE da UFPE faz recepção presencial aos calouros e veteranos

DCE da UFPE faz recepção presencial aos calouros
Verão no Campus Recife da UFPE.( Foto: Mariana Belfort, militante do movimento correnteza-UFPE)

JUVENTUDE – O DCE da UFPE organizou o “Verão no Campus”, atividade presencial para apresentar e reapresentar a universidade aos calouros e veteranos do Campus Recife. Foi distribuído o manual do calouro com várias informações sobre a universidade e logo em seguida, foi feito um Tour pelo Campus apresentando os diversos Centros e espaços da Universidade.

João Maranhão, Militante da UJR e membro do DCE/UFPE.


Desde o início de 2020, que o DCE(Diretório Central dos Estudantes) Umberto Câmara Neto vem lutando com os estudantes e combatendo tudo o que prejudica à comunidade discente da UFPE. Com esta perspectiva foi que o DCE da UFPE, a UEP (União dos Estudantes de Pernambuco) Cândido Pinto, o Movimento Correnteza, a UJR (União da Juventude Rebelião) e demais movimentos estudantis, realizaram a recepção presencial dos calouros e veteranos da universidade, no fim de fevereiro.

Depois de longos meses para se completar o ciclo vacinal, que a UFPE se preparava para voltar com força máxima no dia 31 de janeiro de 2022, início do período 2021.2. Contudo, com o avanço da variante Ômicron devido parcela da população não ter se vacinado devido o posicionamento fascista, genocida e antivacina do atual presidente e seus seguidores, a universidade acabou adiando a reabertura para o dia 21 de fevereiro e deu a liberdade para os colegiados dos cursos decidirem se retornariam no formato presencial ou não.

Isso foi bastante prejudicial para os estudantes, que já estavam se organizando para retornar à universidade, alguns moram no interior do estado ou até mesmo em outros estados, foram os mais prejudicados com a incerteza provocada pela reitoria em descentralizar essa decisão. O DCE sempre se posicionou de forma firme, dizendo que: lugar de estudante é na Universidade! Por isso, lançamos uma nota defendendo a volta presencial de forma segura e garantindo todas as políticas de permanência estudantil necessárias para manter os estudantes dentro dos 3 (três) campi(Recife, Vitória de Santo Antão e Caruaru).

Neste sentido, foi organizado pelo DCE-UFPE o “Verão no Campus”, atividade presencial para apresentar e reapresentar a universidade aos calouros e veteranos do Campus Recife. Foi distribuído o manual do calouro com várias informações sobre a universidade e logo em seguida, foi feito um Tour pelo Campus apresentando os diversos Centros e espaços da Universidade. Logo após uma caminhada com muitas informações e curiosidades sobre cada centro da Universidade, os estudantes foram convidados para a Concha Acústica para a parte cultural da recepção.

DCE da UFPE faz recepção presencial aos calouros
Tour pelo Campus Recife da UFPE , apresentando aos calouros e demais estudantes a Universidade.( Foto: Mariana Belfort, militante do movimento correnteza-UFPE)

Na Concha Acústica, os estudantes assistiram uma apresentação cultural do grupo Coco Raízes do Coque, enchendo o espaço da nossa universidade de uma das mais ricas heranças de matriz africana que é o Coco, que sempre foi símbolo de resistência e de luta pela valorização da nossa cultura e que foi muito bem representado pelo grupo.

DCE da UFPE faz recepção presencial aos calouros
Apresentação cultural do grupo Coco Raízes do Coque.( Foto: Mariana Belfort, militante do movimento correnteza-UFPE)

Após esta apresentação cultural cheia de luta e resistência, foi o momento para abrir um debate sobre resistência e luta dentro da Universidade onde representantes do movimento estudantil e sindical argumentaram sobre a importância da universidade pública, defendendo temas como o fim do vestibular, a ampliação das políticas de permanência estudantil, uma universidade para todos e como primeira tarefa para alcançarmos tudo isso, o combate ao fascismo e ao genocídio do governo Bolsonaro.

Além de um momento rico em acolhida dos calouros e elevação da consciência política e social dos estudantes, a atividade ainda promoveu uma garantia de direitos importantíssima para os estudantes e a autonomia do movimento estudantil, a confecção da carteira de estudante pela UEP, para que os nossos colegas consigam a meia entrada para acessar a cidade através do transporte público, acessar a cultura e o lazer.

A atividade reafirmou a posição acertada do DCE de defender a volta presencial e segura com a garantia das políticas de permanência estudantil, além de conscientizar os calouros sobre a importância de defender a universidade contra os diversos ataques que aconteceram e acontecem à Educação neste governo fascista.

Lugar de estudante é na universidade, é na UFPE!

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes