UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

terça-feira, 5 de julho de 2022

Deputada fascista ataca movimento estudantil no Maranhão

MOVIMENTO ESTUDANTIL – Estudantes lutam por melhores condições de estudo. (Foto: Reprodução)

Na última quinta-feira (24), a deputada bolsonarista do Maranhão, Mical Damasceno (PTB), ao fazer uso da palavra na Assembleia Legislativa do estado, atacou o movimento Rebele-se, que está em processo de mobilização dos estudantes brasileiros ao 44° Congresso da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES).

União da Juventude Rebelião


MARANHÃO – Espalhando mentiras sobre o movimento estudantil, a deputada bolsonarista saiu em defesa do governo corrupto do Bolsonaro que protege generais, banqueiros, milicianos e grandes empresários, permitindo que o povo brasileiro morra de fome e o desemprego assombre milhões de famílias. Além disso, o Governo Federal é o principal responsável pela destruição do direito à educação pública, gratuita e de qualidade.

De fato, a fascista omite a famigerada política de corte de verbas na educação, enquanto os banqueiros e empresários ganham rios de dinheiro e querem transformar a educação brasileira em uma mercadoria barata a serviço do grande capital.

Os estudantes responderam que não vão recuar diante do avanço do fascismo. Sabem que foram os fascistas que torturam e assassinaram os estudantes que lutaram contra a ditadura militar e deram suas vidas pela liberdade no Brasil. Por isso, seguem mobilizando os estudantes do Maranhão em defesa da educação, Fora Bolsonaro já.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes