UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

sábado, 25 de junho de 2022

Estudantes do IFAL protestam por passe-livre


Redação Alagoas

MACEIÓ – Representantes estudantis estiveram nesta quarta-feira (9) na Prefeitura de Maceió para protestar pelo passe-livre para os estudantes do IFAL que moram em Maceió e estudam na Região Metropolitana.

A mobilização foi organizada pela Federação Nacional dos Estudantes em Ensino Técnico (Fenet), pelo Grêmio Estudantil Guedes de Miranda e pelo Centro Acadêmico de Laticínios, ambos do campus Satuba.

Os manifestantes denunciaram que os estudantes dos campi Satuba, Rio Largo e Marechal Deodoro, que moram em Maceió, não foram beneficiados pelo passe-livre e, com a volta às aulas presenciais, estão pagando passagem inteira para estudar.

“A meia-passagem que tínhamos não existe mais e muitos não terão condições de pagar uma passagem inteira em Maceió e outra intermunicipal para chegar ao IFAL”, disse Wellington Rufino, morador do Eustáquio Gomes e estudante do curso de Laticínios.

Antes mesmo do reinício das aulas, a Fenet e os grêmios já tinham protocolado um ofício na Prefeitura de Maceió para que fosse resolvida essa situação. Hoje, as lideranças estudantis foram recebidas por representantes do poder municipal, mas saíram sem data para a solução do problema.

“Viemos hoje com uma representação estudantil e nos foi dito, apenas, que estão analisando nosso pedido e que devemos aguardar. Mas cada dia que passa pode ser um estudante a menos na sala de aula. Se não for resolvido, até o fim do mês haverá um grande ato dos três campi do IFAL aqui na Prefeitura”, disse Peterson Couto, estudante de Rio Largo e diretor da Fenet.

Estiveram na reunião o secretário de Juventude de Maceió, Rodolfo Barros, secretário-adjunto de Governo, Thiago Siqueira, e o assessor de Políticas Sociais, Fábio Rogério.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes