UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quarta-feira, 25 de maio de 2022

PMs roubam casas em favela do Rio

Após operação de invasão da favela do Jacarezinho, policiais militares são acusados de roubarem e pilharem as casas de moradores. Câmeras escondidas comprovam o cometimento de crimes pelos PMs. Jacarezinho é a mesma comunidade que foi alvo da maior chacina cometida pela polícia, há um ano.

Bernardo Ferreira
Rio de Janeiro


BRASIL – Câmeras escondidas instaladas por moradores flagraram policiais invadindo e furtando bens de moradores do Jacarezinho, no Rio durante as operações do novo programa apresentado pelo governador fascista Cláudio Castro (PL). O programa “Cidade Integrada” tenta repaginar as UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora), projeto que não resolveu a segurança pública e fortaleceu as milicias no Rio

Todos os dias pessoas são mortas nos confrontos armados que são vistos por moradores e pesquisadores como ineficazes para acabar com o crime organizado. O projeto também é alvo de críticas por não contar com lideranças da comunidade em seu planejamento e por estar acontecendo justamente em ano eleitoral.

A denúncia realizada pelo moradores foi apresentada pelo programa Fantástico. A moradora, que denunciou à reportagem, ficou com medo de voltar para casa depois de ser ameaçada pelos PMs por meio de mensagens. O Ministério Público precisou acionar o comando da polícia para garantir que não houvesse retaliação à moradora.

O Jacarezinho é a mesma comunidade que há um ano vivenciou a operação mais letal da PM do Rio de Janeiro, na qual 28 pessoas foram assassinadas. Apesar do governador falar que a resistência da população em relação a operação é por influência do tráfico, dezenas de moradores já relataram invasões por parte de policiais em suas casas.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes