UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

segunda-feira, 8 de agosto de 2022

Convenção da UP aprova Carol Vigliar como candidata ao Governo de São Paulo

Partido disputa a sua primeira eleição geral e terá  a única candidata mulher para o Governo paulista. UP aprovou também candidaturas ao Senado, a Deputada Federal e Deputadas Estaduais

Redação SP


BRASIL – O partido Unidade Popular (UP) oficializou Carolina Vigliar como candidata ao Governo do Estado de São Paulo neste sábado (30), em convenção estadual realizada com seus filiados. O evento aconteceu de maneira híbrida, com sede na Casa de Referência para Mulheres Laudelina de Campos Melo, localizada no Canindé, na capital paulista.

Carol Vigliar tem 40 anos, é casada e mãe de duas crianças. Nasceu em São Paulo e hoje mora em Diadema, ABC Paulista. Atuou no MLB (Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas), movimento pelo qual construiu grandes ocupações de moradia em Diadema. 

Carol também foi fundadora do Movimento de Mulheres Olga Benário, do qual é uma das coordenadoras nacionais. Também faz parte da coordenação das Casas de Referência para as Mulheres (Helenira Preta, Laudelina e Carolina Maria de Jesus), construídas pelo movimento em São Paulo. Neste trabalho, atua no enfrentamento da violência contra as mulheres e na organização dessas.

Como vice de Carol Vigliar, a Unidade Popular aprovou a economista Rafaela Carvalho, de 33 anos. Mestre em História Econômica pela USP, ela também compõe a Coordenação Nacional do Movimento de Mulheres Olga Benário, além de ser Coordenadora Geral da Escola Tamuya de Formação Popular.

Carol Vigliar (direita) e Rafaela Carvalho (esquerda), candidatas a governadora e vice aprovadas pela Unidade Popular. Foto: JAV/SP

UP confirma candidaturas ao Senado, Câmara e ALESP

Na convenção, o partido aprovou também outras quatro candidaturas para as eleições que acontecem em outubro. Ao Senado, foi confirmado o nome de Vivian Mendes, de 41 anos. Presidenta estadual do partido, ela é bacharel em Comunicação Social pela Unesp e membro da Comissão de Familiares de Mortos e Desaparecidos Políticos. Vivian trabalhou ainda na Comissão da Verdade Rubens Paiva, lutando por memória, verdade e justiça para as vítimas da ditadura militar. 

Como candidata a Deputada Federal, o partido terá Isis Mustafa, de 25 anos. Nascida em Itapecerica da Serra, ocupou o cargo de Secretária Geral da União Nacional dos Estudantes (UNE) e é estudante de Políticas Públicas com ênfase em políticas de combate à violência contra a mulher na UFABC.

Para Deputada Estadual, a Unidade Popular terá duas candidaturas. Uma delas é de Ligia Mendes, 43 anos, que é fonoaudióloga e servidora municipal da saúde, defensora incansável do SUS. Em 2020, Ligia foi candidata a vereadora na cidade de São Paulo.

Além dela, Amanda Bispo, 25 anos, é outro nome que concorrerá a uma cadeira na Alesp. Coordenadora da Casa de Referência para Mulher Helenira Preta e do Movimento de Mulheres Olga Benário, é formada em Engenharia de Gestão pela UFABC e trabalhou em indústrias automobilísticas da região. Também em 2020, foi candidata à Prefeitura da cidade de Mauá.

Nacionalmente, a Unidade Popular oficializou a candidatura de Leonardo Péricles à Presidência da República no último domingo (24). Único homem negro entre os presidenciaveis, ele terá como vice a dentista Samara Martins, mulher negra moradora de Natal (RN).

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes