UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quarta-feira, 28 de setembro de 2022

Luta da Enfermagem pelo piso nacional

Ato da Enfermagem em Recife – Foto: MLC-PE

Redação – PE


A luta da enfermagem exigiu a participação de milhares de profissionais, organização da categoria, fortalecimento e unidade sindical para garantir a lei do piso nacional. Mas, os donos de hospitais e clínicas que lucram bilhões de reais todos os anos, articularam por “cima”, em pleno domingo (04/09) uma decisão do ministro Barroso do STF, declarando inconstitucional a lei do piso da enfermagem (lei nº 14.434/2022).

A resposta da categoria foi imediata, hoje dia 09/09/2022 foi puxado um ato nacional pela implementação do piso, atendendo ao chamado do Sindicato dos Enfermeiros de Pernambuco (SEEPE), Sindicato Profissional dos Auxiliares e Técnicos de Enfermagem de Pernambuco (SATENPE), entre outras entidades, milhares de profissionais foram as ruas pelo Brasil. Em Pernambuco, O SEEPE junto com o MLC (Movimento Lutas de Classes) apoiou e organizou massivos atos nas cidades de Recife, Caruaru, Garanhuns e Petrolina.

Em Recife a concentração começou antes da 9h na praça do Derby e por volta das 10h, mas de  5 mil profissionais saíram em caminhada pela Av. Agamenon Magalhaes, passando pelo Hospital Português, Esperança e retornando a Praça do Derby, com várias lideranças falando no carro de som e  muitas palavras de ordem dos profissionais da enfermagem( Enfermeiros, técnicos de enfermagem, auxiliares de enfermagem e parteiras), mostrando toda a sua indignação para um judiciário que sempre defende os patrões e ricos no nosso país.

Ato em Caruaru – Foto: MLC-PE

Também ocorreu ato em Caruaru, com mais de 400 profissionais, que saíram em caminhada do pátio de evento Luiz Gonzaga (Pátio do forró), passando pelo centro da cidade e terminando no marco zero. Durante todo o trajeto a população apoiou a mobilização da categoria, que mostrava toda a sua indignação com palavras de ordem durante todo o percurso.

Ato em Garanhuns
Ato em Garanhuns – Foto: MLC – PE

Já em Garanhuns, cerca de 300 profissionais saíram em marcha do Parque Euclides Dourado, com palavras de ordem, falas no carro de som, cartazes e apitos, passando pelos hospitais particulares, policlínicas e terminando o ato próximo ao hospital estadual da cidade.

Ato da Enfermagem em Petrolina

No sertão Pernambucano, na cidade de Petrolina, ocorreu o ato a partir das 16h com o apoio do SEEPE e o MLC, cerca de 500 profissionais caminharam a partir da praça da catedral pelas ruas da cidade até a ponte que liga Petrolina-PE a cidade de Juazeiro-BA, onde ocorreu o encontro com os profissionais das duas cidades em caminhada, o ato chegou a paralisar o trânsito por quase meia hora.

É evidente que a luta não pode ser restrita ao piso salarial. A denúncia da precarização do SUS (Sistema Único de Saúde) e o quanto isso afeta os mais pobres, faz parte da luta da enfermagem. O SUS, foi regulamentado pela lei nº 8080/1990, que apesar de ser um marco importante para a classe trabalhadora e os mais pobres no nosso país, ainda hoje exige luta e organização da população como um todo para a sua implementação.

Por fim, este ato foi apenas o primeiro de muitos outros que virão para garantir a implementação do piso da enfermagem na rede privada e pública do nosso país, como afirmou Ludmila Outtes, coordenadora estadual do MLC, Presidenta licenciada do SEEPE e candidata a Deputada Federal pela Unidade Popular( UP), “ …devemos articular as entidades nacionais e do nosso estado para um grande movimento nacional o mais rápido possível, para garantir nossos direitos e a depender da categoria, puxar uma Greve geral da Enfermagem”. Já está agendada uma nova assembleia da categoria em todo Estado para definir o novo calendário de lutas e a possibilidade de greve Estadual da categoria dos enfermeiros.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes