UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

terça-feira, 6 de dezembro de 2022

Um guia básico para apresentar a Unidade Popular

Rafael Figueira | Cabo Frio-RJ


OPINIÃO – Camaradas, o país passa por uma das maiores crises políticas da história. O segundo turno mais polarizado e ao mesmo tempo com mais participação da história, uma descrença misturada com desespero assolando a vida dos brasileiros.

Mesmo com a derrota do fascismo nas urnas temos muito trabalho pela frente. Uma alternativa é necessária para a esperança e o futuro do nosso povo. Agora nosso desafio é estruturar um Partido que consiga dar cabo dessa tarefa histórica, para isso, diz o velho ditado que “a primeira impressão é a que fica” o jeito que nos apresentamos é determinante para o nosso crescimento.

A ideia desse artigo é ajudar a construir uma pedagogia combativa sobre nosso Partido. A UP tem cinco características que precisamos destacar, que além de deixar nítido a viabilidade do nosso desafio histórico nos diferencia de todas as estruturas políticas existentes no Brasil:

1 – Um programa político construído por muitas mãos e em desenvolvimento

Hoje a UP é o único Partido do país que tem uma síntese da sua avaliação da história da construção econômica e social do Brasil e a partir dali procura encontrar soluções para os mais variados problemas do nosso povo.

Desde a fome, questões ambientais, educação, saúde e inúmeras pautas que vão continuar aparecendo e se desenvolvendo, pois, a transformação. Além de demonstrar condição de discussão coletiva e síntese programática fortalece bastante pessoas que querem somar em nosso programa com demandas específicas que por algum acaso nós ainda não tivemos acesso com profundidade. 

Outro fator determinante de um programa político é o partido não ficar refém de figura x ou y como acontece em todos os outros Partidos. Sem programa político as pessoas se aproximam das organizações por afinidades de opiniões com determinada figura pública e as estruturas partidárias ficam reféns da santidade de seres humanos passíveis de erros. 

2 – Um partido em movimento permanente

A UP é um Partido de trabalho que procura sempre botar sua militância em movimento de forma proporcional as suas condições para ninguém precisar se afastar das atividades por “não estar dando conta”. Importante destacar que a sobrecarga da tarefa histórica da superação do capitalismo no Brasil está nas costas do nosso Partido e isso demanda muito esforço humano consciente.

É necessário fortalecer a ideia que nosso partido é funcional, procura lidar com todos baseado na realidade apresentada e não estruturas anabolizadas que demandam muito mais do que as pessoas podem dar. A UP foi e é construída por Movimentos Sociais independentes, que tem suas pautas específicas e fazendo o seu trabalho já contribuem muito para luta do povo e consequentemente do nosso partido.

Organizar os filiados nos movimentos sociais otimiza um tempo útil aproveitando as experiências já adquiridas nas lutas dos anos de existência dos mesmos. Além dos nossos movimentos, um espaço que ainda subestimamos são os núcleos da UP.

O acúmulo que temos tido até aqui é a qualidade de discussões dos nossos núcleos e principalmente quando tem características territoriais, quando são pessoas de um determinado bairro ou cidade que se reúnem com frequência, constância e ritmo de trabalho são muito importantes, para estudar materiais na grande maioria das vezes simples, matérias de jornais e nossa resolução política, pensar ações diretas que mudem aquela realidade, como uma horta comunitária, um abaixo assinado por saneamento básico, cine-clubes, bazares e etc. Essas iniciativas criativas tem diversas utilidades, primeiramente de aprofundar cada vez mais nosso trabalho no meio do povo e com isso crescer nossa influência, tem condições de se auto sustentar e um potencial de envolvimento de outras pessoas enormes, contribuindo para nosso crescimento. 

3 – Metodologia de Trabalho: centralismo democrático e unidade de ação

Hoje, temos nossas instâncias nacionais como Congresso Nacional, Diretório Nacional e Executiva Nacional e essas estruturas se reproduzem nos estados, regiões e municípios a fim de facilitar o trânsito das informações e do trabalho. O respeito a essas estruturas economiza um tempo precioso para nosso partido e otimiza as discussões além de fortalecer o sentimento de confiança nos indivíduos eleitos nos nossos espaços congressuais. Os núcleos são os organismos mais importantes da UP, é pra nascer dali as proposições e atividades que vão dar seguimento a nosso projeto.

4 – Nosso Partido existe para ser a representação do povo brasileiro

Todas as estruturas de poder do nosso país hoje não representam a proporção do povo no que se fala em gênero, raça e condições financeiras. A grande maioria do povo brasileiro é composta por mulheres, negros e negras e por trabalhadores autônomos e assalariados que não recebem mais de 3 salários mínimos. É fácil identificar como a Burguesia ocupa os espaços de poder do país, mas também é importante destacar como a pequena burguesia intelectual e financeira ocupa os espaços de decisão e representação dos partidos políticos.

A UP nasce pra organizar todos que concordam com seu programa e que estiverem dispostas a trabalhar, porém, nossa prioridade é organizar o povo periférico do nosso país pois acreditamos que é dali que vai nascer a massa que vai coordenar nossa revolução brasileira. 

5 – Independência política e financeira: característica fundamental da UP

Nossa condição política é desproporcional a nossa condição financeira de conseguir dar cabo das nossas necessidades políticas. Somos um partido pobre do povo pobre.

Mais de 18 mil pessoas se aproximaram da UP nesse período eleitoral, isso significa mais esse número de militantes na luta social do Brasil e fazer isso dá muito trabalho. Fazer com que a UP não seja só um partido de filiados demanda reuniões, viagens, acompanhamento periódico, materiais impressos e quadros liberados.

Não aceitamos dinheiro da Burguesia nacional e internacional e isso é inegociável. Logo, a forma de nos auto sustentar é com a nossa militância e apoiadores aliados, as contribuições mensais, iniciativas dos núcleos e muito trabalho para vencermos as limitações antidemocráticas da legislação brasileira.

Esses são 5 pontos que não podemos deixar de fora de uma apresentação rápida e qualitativa do nosso partido. Obviamente poderíamos entrar em muitos detalhes, pautas específicas e motivos das pessoas se organizarem conosco, mas no momento que vivemos de celeridade do nosso crescimento a síntese com as experiências adquiridas pelo nosso partido vão fazer com que tenhamos o tamanho necessário para a conquista do poder para as mãos dos trabalhadores o mais rápido possível.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes