UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2023

Movimento Luta de Classes realiza atividade de apresentação e formação no RS

Letícia Voigt e Rodrigo Fuscaldo | Porto Alegre


TRABALHADOR UNIDO – No último dia 11, o Movimento Luta de Classes (MLC) do RS realizou atividade de formação sobre os princípios do sindicalismo classista e revolucionário. Na abertura, houve a apresentação do MLC com a participação de Ludmila Outtes, presidente do Sindicato dos Enfermeiros de Pernambuco e da direção nacional do MLC. Ela realizou saudação à atividade e ao conjunto dos participantes e trouxe uma mensagem de contextualização do movimento sindical na atual conjuntura do país.

A atividade contou com breves exposições baseadas na obra “Marx e os Sindicatos”, de Alexandr Lozovski, e “O Privilégio da Servidão”, de Ricardo Antunes, com o objetivo de compartilhar com os participantes conhecimentos sobre a evolução histórica das relações de trabalho na sociedade, as origens da luta sindical e sua importância nas conquistas de direitos fundamentais por parte trabalhadores.

As exposições também trataram sobre os objetivos e horizontes de uma luta sindical classista e revolucionária, que almeja uma transformação profunda da sociedade e utiliza as batalhas mais imediatas para engajar os trabalhadores na verdadeira luta: a guerra pela derrubada do sistema capitalista.

Em seguida, foram divididos em grupos de estudo presenciais, além de um grupo de estudo online com os participantes que acompanharam a atividade de maneira remota. Os grupos discutiram a situação concreta de trabalho de cada participante e as perspectivas de luta em cada categoria, logo após terem sido debatidas a formação dos quadros sindicais revolucionários e a construção do partido no seio da classe operária.

Os participantes foram incentivados a compartilhar com todo o coletivo suas impressões sobre a atividade, sua visão da conjuntura, análise do texto e os desafios em sua própria categoria de trabalho. Muitos camaradas presentes, que militavam apenas na Unidade Popular, ficaram muito felizes em saber que o MLC agora se organizava mais fortemente no Rio Grande do Sul e viam um horizonte de lutas e conquistas sendo formado, todos interessados em formar núcleos do movimento em suas categorias.

Ao final de mais de 2 horas de atividade, os participantes puderam preencher suas fichas de filiação ao MLC, mostrando sua disposição para a luta e a concordância com o método de atuação do movimento. Ficou a cargo da coordenação estadual do movimento organizar os núcleos das categorias que incluem mais de um camarada e coletivos mais gerais para realizar estudos e debater como recrutar novos membros para reunir camaradas de categorias que só tem hoje um representante no movimento.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes