UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

sexta-feira, 27 de janeiro de 2023

Nasce a Ocupação Menino Miguel, no Centro de Recife

REDAÇÃO

RECIFE (PE) – Na madrugada desta segunda-feira (05/12), um imóvel abandonado e com dívidas milionárias com a Prefeitura do Recife foi ocupado por cerca de 50 famílias organizadas pelo MLB (Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas) e pelo MLRT (Movimento de Luta e Resistência pelo Teto).

Ao ocupar o prédio, as famílias prontamente se organizaram para dividir os espaços e as tarefas de cada uma, para garantir uma creche para as crianças e uma cozinha para o preparo das refeições. Com o trabalho coletivo, em poucas horas o prédio já estava completamente diferente.

A Ocupação Menino Miguel recebe este nome em homenagem a Miguel Otávio Santana da Silva, que morreu ao cair de um prédio após ser abandonado pela patroa de sua mãe (trabalhadora doméstica), no dia 02 de junho de 2020. Miguel tinha apenas 5 anos de idade. Ele foi mais uma criança vítima do racismo e do processo de expulsão branca que, em Recife, tem como marco as duas torres que se erguem como novas casas-grandes.

No imóvel ocupado funcionou o antigo Hotel Nassau, abandonado há mais de 20 anos. Desde 1999, seus proprietários não pagam IPTU, somando mais de R$ 3 milhões em dívidas. O imóvel já havia sido indicado, em 2018, a partir de estudo elaborado pelos movimentos sociais, como um dos 42 imóveis no bairro de Santo Antônio que se encontram abandonados, ou seja, sem cumprir função social, como determina a Constituição Federal e o Plano Diretor de Recife.

Também foi reconhecido pelo Plano Diretor de 2021 como um dos imóveis prioritários para a realização de estudos para reconhecimento como Imóvel Especial de Interesse Social, por parte do poder público. Em Recife, faltam mais de 74 mil unidades habitacionais para o povo morar.

Agora, as famílias da Ocupação seguem sua organização e necessitam de alimentos, materiais de limpeza, itens de higiene pessoal, colchões e roupas.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes