UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quinta-feira, 18 de abril de 2024

Com ônibus precarizados e superlotados, prefeitura de Natal quer aumentar tarifa

O prefeito de Natal, Álvaro Dias, afirmou na segunda-feira (08/05) que a tarifa do transporte público cobrada em Natal está defasada e deverá passar por um “reajuste importante”. Essa proposta vem sendo estudada pela Secretaria de Mobilidade Urbana com base em um estudo contratado à Associação Nacional dos Transportes Públicos.

Redação RN


BRASIL – A realidade do transporte na capital potiguar é de superlotação, ônibus precarizados, retirada de linhas, horários limitados e tarifa cara. Mesmo nessa situação o Sindicato dos Empresários do Transporte Público (SETURN) que está a frente da organização da mobilidade na cidade quer aumentar a passagem e piorar mais ainda a vida dos trabalhadores e estudantes.

A declaração do prefeito sobre o transporte foi realizada em entrevista à Inter TV Cabugi, emissora local do Estado. “O preço do bilhete da passagem está muito defasado. Há dois anos que não tem aumento. Em João Pessoa, está R$4,70. Aqui está a R$3,90 ainda. Então a solução para o sistema com certeza passa também por um reajuste importante na tarifa”

A proposta de aumento ainda sem data exata deve ser implementada nas próximas semanas. A decisão acompanha o protocolo do Sindicato dos empresários que tramita na Secretaria de Mobilidade Urbana desde 16 de novembro de 2022. O valor inicialmente estudado é de R$4,70 e o anúncio é uma repercussão da audiência realizada com as partes durante à tarde desta segunda-feira.

O prefeito participou de uma audiência de conciliação realizada pela Justiça na manhã do dia 8, dentro de uma ação que cobra a retomada de 100% das linhas de transporte público suspensas na pandemia. No entanto, o encontro terminou sem acordo. Empresários do transporte público não aceitam a retomada das linhas.

População sofre com precarização do transporte e ainda paga a conta

Superlotação, engarrafamento, redução de linhas sem aviso à comunidade; tarifas caras. A situação da mobilidade urbana em Natal é extremamente precária.

Apesar de haver mais de 10 anos sem licitação das empresas de ônibus, a SETURN e o prefeito fascista de Natal juram que a única saída para resolver o problema dos ônibus é fazer o povo pagar uma tarifa ainda maior.

Como noticiado anteriormente pelo A Verdade, a passagem dos ônibus intermunicipais já aumentou e agora pretendem aumentar a tarifa dos ônibus da capital, o que se nota é que apesar da tarifa sempre aumentar, a qualidade dos veículos só diminui. O que se deve ser perguntado é: Por que a população que tem que pagar essa conta, e não os empresários milionários que enchem seus bolsos todo dia com o transporte precário de Natal?

Desde a pandemia, foram removidas mais da metade da frota de ônibus, prejudicando principalmente os bairros mais periféricos que dependem de certas linhas que agora só tem 1 (um) carro circulando. Removem as linhas e demitem motoristas, tudo isso apenas para aumentar a miséria e o sofrimento do povo potiguar. Esse é o único objetivo desses empresários da SETURN: lucrar em cima da precarização da vida de milhares de trabalhadores.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes