UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

segunda-feira, 24 de junho de 2024

UJR realiza curso de formação marxista no Pará

Após o Congresso da UNE, juventude se reúne para aprofundar o conhecimento do marxismo.

Welfesom Alves | Belém


JUVENTUDE – Cumprindo o cronograma elaborado no início do ano, a União da Juventude Rebelião (UJR) realizou, no Estado do Pará, seu Curso de Formação Marxista nos dias 25 a 27 de julho na Universidade Federal do Pará. Os temas escolhidos visaram a suprir algumas demandas apresentadas durante as diversas atividades elaboradas no primeiro semestre e reforçar temas que estavam em debate nas últimas semanas. O materialismo dialético e histórico ocupou o primeiro dia de estudos, seguido pela discussão sobre o objeto da economia política e, por fim, o método de organização elaborado por Lênin e sua aplicação na vida prática das organizações marxistas-leninistas.

A compreensão da coordenação da necessidade de trabalhar o jornal A Verdade foi o motivo abrir os trabalhos com uma apresentação da imprensa popular para as mais de 50 pessoas presentes, um momento para reforçar o papel organizativo do jornal, em paralelo com a apresentação dos livros das Edições Manoel Lisboa. Esses momentos iniciais criaram o ambiente necessário para o que havia sido planejado, formação e organização de novas e novos camaradas. O resultado foi a filiação de mais pessoas na Unidade Popular (UP) e várias conversas marcadas para conhecer e se organizar na UJR.

Raquel Brício, presidenta do Diretório Estadual da UP foi uma das facilitadoras do curso. “Agradeço à UJR pela oportunidade de contribuir com esse curso. O contato com a energia dessa juventude, com a sua vontade de estudar e aplicar essa teoria na prática militante, reforça que estamos no caminho certo, e que o futuro de nossos movimentos está assegurado com essa nova geração de militantes”, avalia Raquel.

Como disse Lênin, “Sem teoria revolucionária, não há movimento revolucionário”. Daí a necessidade de, após uma atividade tão importante quanto o Congresso da UNE, haver uma formação aberta e qualitativa desta natureza.

Destinar parte do tempo para estudar deve estar em nossos pensamentos diários para nos prepararmos para todo tipo de desafios impostos à classe trabalhadora diariamente, compreendendo exatamente o que cada movimentação na conjuntura significa, dando sentido e objetivo para cada ação que nos conduza à vitória final, ao socialismo.

Matéria publicada na edição nº 276 do Jornal A Verdade.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes