UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

domingo, 23 de junho de 2024

CARTA | O sentimento de culpa por “não ter vencido na vida”

É muito comum e notável nas periferias pessoas que se culpam por não terem “vencido na vida”, sempre colocando a culpa em si próprio (a), isso ocorre por conta de milhares de fatores que nos é em postos durante a vida.

Luiz Muniz


CARTA – É muito comum e notável nas periferias pessoas que se culpam por não terem “vencido na vida”, sempre colocando a culpa em si próprio (a), isso ocorre por conta de milhares de fatores que nos é em postos durante a vida. 

O Capitalismo nos individualiza e nos coloca um contra o outro, isso não é por acaso, porque se pensarmos juntos, no bem coletivo, a chances de derrubarmos a burguesia é grande. Sabendo disso, a burguesia sugere de forma minuciosa que você “vença na vida”, você tem que ser melhor que seu vizinho, você tem que mostrar que se veste melhor, que almoça em um restaurante mais caro, que anda em um carro mais novo etc. 

A meritocracia é uma farsa que a burguesia insiste em defender; se você não “venceu na vida” é porque “você não se esforçou o suficiente”, “você não estudou o suficiente”, e “você não trabalhou o suficiente.” E que eles (Burguesia) são inteligentes e mereceram o “sucesso “.

Porém, será que milhões e milhões de trabalhadores e trabalhadoras são menos inteligentes e apenas 1% da população é inteligente? Óbvio que não. A Burguesia é quem controla os meios de produções. Consequentemente temos que vender nossa força de trabalho, como uma mulher, mãe solo, que trabalha das 05:00h às 18:00h para sustentar o filho, vai vencer na vida? A largada não é, e nunca foi justa.

Mas é comum vermos as pessoas mesmo assim se culpando por não ter obtido o “sucesso”. Colocando um cobrança desnecessária em si próprio, ou no vizinho, amigo ou até mesmo familiar.

É muito comum nas periferias frases do tipo: “Eu não dou certo na minha vida, porque meus vizinhos são invejosos; e meus vizinhos não deu certo na vida deles, porque eles são preguiçosos.” A culpa é realmente de fulano e de ciclano? Ou da burguesia que controla os meios de produções, que explora os trabalhadores e trabalhadoras e não deixa que os trabalhadores e trabalhadoras tenham acesso?

Por essas e outras cobranças, o Brasil é o país com o maior número de pessoas com crise de ansiedade; Isso se deve muito a esse tipo de sociedade que vivemos, que temos que “vencer” temos que ser bom em tudo que fazemos, temos que ser melhor que o fulano, temos que ser melhor que a ciclana.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes