UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024

Luta das mulheres conquista imóvel para nova casa de referência em Cabo Frio

Leia também

Localizada na cidade de Cabo Frio, o espaço da Casa de Referência Inês Etienne Romeu foi conquistado e atuará como ponto de acolhimento a mulheres em uma das regiões mais violentas do estado.

Redação RJ


MULHERES – No dia 25 de novembro, Dia Internacional de Combate à Violência Contra Mulher, o Movimento de Mulheres Olga Benario realizou sua primeira ocupação no interior do estado do Rio de Janeiro. Localizada na cidade de Cabo Frio, o espaço da Casa de Referência Inês Etienne Romeu foi conquistado e atuará como ponto de acolhimento a mulheres em uma das regiões mais violentas do estado.

A Região dos Lagos é uma das regiões mais violentas para as mulheres no estado do Rio de Janeiro. Como enfrentamento a isso, o movimento organizou diversos atos e mobilizações para denunciar a falta de políticas públicas, lutar pela resolução dos casos e para manter viva a memória das vítimas.

Essa conquista é fruto do reconhecimento desse trabalho diário que vem sendo desenvolvido há anos pelo Movimento de Mulheres Olga Benário na região, organizando as mulheres e conscientizando da importância de lutar por uma sociedade que seja de fato livre da opressão contra a mulher. 

O reconhecimento desse trabalho pela prefeitura foi fundamental para o compromisso de cessão do espaço ao movimento. Mesmo após um início de negociações marcado por intransigência e ameaças por parte da Guarda Municipal, o diálogo com órgãos como a Secretaria de Direitos Humanos do município foi fundamental para a realização do entendimento entre as partes.

Reconstrução do espaço

O imóvel, localizado na Rua Itajuru, 126, no centro de Cabo Frio, encontrava-se sem qualquer tipo de função social há mais de uma década e em estado de completo abandono. O imóvel encontrava-se depredado e em poucas horas foi profundamente transformado pelas militantes do movimento.

Os cômodos, que estavam abarrotados de entulho, foram limpos e boa parte do espaço externo foi capinado. Também foi instalada rapidamente uma cozinha para alimentação das ocupantes e uma comissão prontamente se encarregou dos trabalhos relativos à estrutura geral do espaço.

Tudo isso foi realizado a partir da luta coletiva pela construção de um espaço de acolhimento a mulheres na região, contando também com apoio de voluntários e de apoiadores, com doações de alimentos, roupas, itens de higiene pessoal e de demais materiais para estrutura.

Em poucas horas, o trabalho coletivo das ocupantes conseguiu transformar o espaço. Foto: Marcela Werneck.

Pela Vida das Mulheres

A importância desse espaço para a região é a de permitir que mulheres que sejam vítimas de qualquer tipo de violência e abusos possam ser acolhidas em um espaço que lute por sua libertação e ofereça assistência jurídica e psicológica.

Para garantir o acordo de cessão do espaço, as militantes e voluntárias continuarão ocupando o local até que este seja, de fato, concretizado. A construção dessa casa de referência é uma forma de lutar pelo poder popular, fortalecendo o movimento de mulheres na região, e garantindo uma alternativa para as mulheres vítimas de violência.

More articles

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos