UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

segunda-feira, 27 de maio de 2024

Empresários do transporte aumentam passagem de ônibus de Natal para 4,50

Recentemente, por baixo dos panos e sem diálogo com a população, foi aprovado o aumento da tarifa dos ônibus de Natal, de 3,95 para 4,50. População chama para ato contra o aumento terça-feira (14) às 14h00 na Praça Cívica .

Clarice Oliveira | Redação RN


Luta Popular – Há mais de dez anos, as empresas de transporte coletivo de Natal não tem sua licitação realizada, tendo aprovação daqueles em comando do poder público para continuar não pagando nada. Ou seja, um punhado de empresários que lucram com a mobilidade urbana da população de Natal não pagam nada para os cofres públicos, pois esses mandam e desmandam na prefeitura, atualmente Álvaro Dias (Republicanos), e assim conseguem continuar nos seus privilégios. 

Não bastasse tamanha ganância, querem mais. Agora esses mesmos empresários que não pagam nada ao povo potiguar querem que a própria população pague mais ainda por um serviço já precarizado. 

Por baixo dos panos, o Sindicato das Empresas de Transporte Urbano (SETURN) conseguiu aprovar no Conselho Municipal de Mobilidade Urbana, nesta última quinta-feira (09), o aumento das tarifas cobradas pelos ônibus da cidade. Assim, o valor dessas tarifas passa a ser de 4,50 (inteira) e 2,25 (meia estudantil). 

Dizem os mafiosos da SETURN, que esse reajuste das tarifas se dá devido ao aumento do preço dos combustíveis, da manutenção dos veículos e à necessidade de haver a readequação aos moldes da inflação, pois não aumentam a tarifa a quatro anos e meio (desde maio de 2019). Conversa pra boi dormir. Ao mesmo tempo que os empresários alegam que os custos são altíssimos, não revelam ao público o quanto lucram em cima do serviço que deveria ser da população.

Logo, a atual situação do sistema de transporte coletivo da capital do Rio Grande do Norte funciona assim: um punhado de empresários lucram em cima de um serviço que deveria ser público, não revelam quanto lucram e afirmam que gastam muito mais do que recebem de retorno. Além disso, esses empresários não pagam seus impostos, não havendo de fato a prestação de contas para a população saber a real situação. E mesmo assim, querem que a população que paga mais de 75% dos impostos que os ricos não pagam, pague mais uma conta altíssima: a tarifa de ônibus para poder ir trabalhar/estudar.

O povo não aguenta mais!

Tendo em vista tamanho situação revoltante, a população de Natal decidiu que não iria aguentar mais tanta injustiça. Diversos movimentos sociais e estudantes de escolas e universidades foram às ruas na última sexta-feira (10) cobrando que a tarifa de ônibus não aumente e denunciando que o povo quer uma melhor mobilidade urbana na cidade.

Com isso, a população de Natal está convocando outro ato para o dia 14 de novembro (terça-feira), na Praça Cívica às 14h00. O A Verdade estará realizando a cobertura do ato e colhendo depoimentos.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes