UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

terça-feira, 27 de fevereiro de 2024

Estado do Rio Grande do Norte ganha Comitê Estadual de Memória, Verdade e Justiça

Leia também

Jana Sá, filha do guerrilheiro da Araguaia Glénio Sá, no lançamento do comitê. Foto: Humberto Sales.

Ocorreu ontem (28) o lançamento do Comitê Estadual de Memória, Verdade e Justiça pelo Governo do Estado do Rio Grande do Norte. O evento serviu para legitimar a luta por justiça à diversos heróis e heroínas do povo potiguar.

Clarice Oliveira | Redação RN


LUTA POPULAR – Ocorreu ontem (28) a instituição do Comitê Estadual de Memória, Verdade e Justiça do Governo do Estado (CEV/RN) que se responsabiliza em pautar as questões dos mortos e desaparecidos políticos de 1946 até 1988, destacando também aqueles assassinados pelo regime fascista de 1964 no estado do Rio Grande do Norte. 

Com o auditório lotado por diversos movimentos sociais e membros da comunidade civil, foi pautada a necessidade de se continuar essa luta tão importante para a democracia no nosso país. 

O comitê tem um caráter consultivo e é importante para fiscalizar leis, assegurar atividades e intensificar o debate acerca da luta por justiça e reparação às famílias dos mortos e desaparecidos políticos. 

Uma das resoluções da Comissão Nacional da Verdade foi sobre a necessidade de intensificar e criar o debate a nível estadual e municipal sobre a justiça de transição, sendo de extrema importância a criação de comitês estaduais e municipais que pautem essa questão da luta por justiça aos heróis do povo trabalhador que foram assassinados.

A criação do comitê foi uma medida acertada para continuar a luta contra o fascismo no Brasil. O lema dessa luta deve sempre ecoar em todos os espaços onde estivermos: “Para que não se esqueça, para que nunca mais aconteça.”.

More articles

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos