UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

sexta-feira, 12 de julho de 2024

Militantes do MLB e UP são ameaçados por fascistas em Natal (RN)

O Movimento de Luta de Bairros, Vilas e Favelas denuncia perseguição política após agressões e incêndio de ônibus durante manifestação pacífica do Natal Sem Fome.

Por Redação RN


LUTA POPULAR – No dia 09 de dezembro, durante a manifestação nacional pelo Natal Sem Fome promovida pelo Movimento de Luta de Bairros, Vilas e Favelas (MLB), que ocorreu de maneira pacífica

em diversas localidades do país, um ato de violência surpreendente abalou a iniciativa solidária. A ação, que teve como palco a rede de supermercados Carrefour, resultou em agressões contra membros do MLB e um atentado criminoso com a queima de um ônibus

fretado que transportava famílias participantes do evento.

Os manifestantes, que buscavam arrecadar alimentos para famílias em situação de vulnerabilidade social, foram surpreendidos por atos de violência que contrastam com o propósito da campanha. O Movimento de Luta de Bairros, Vilas e Favelas, conhecido por suas ações em prol dos direitos sociais, foi vítima de agressões durante a manifestação, culminando no incêndio criminoso do ônibus que transportava participantes.

Militante da UP e UJR agredido por fascista na manifestação. Foto: JAV/RN

Além dos eventos lamentáveis durante a manifestação, a situação se agravou nas redes sociais, quando o fascista ex-policial Wendell Lagartixa, suspeito de triplo homicídio, utilizou suas plataformas online para proferir ameaças contra membros do MLB e da Unidade Popular. Em postagens em suas redes digitais, Wendell ofereceu recompensas por informações como o nome e o endereço de ativistas sociais envolvidos na manifestação, evidenciando uma perigosa escalada de perseguição política.

O MLB afirma que repudia veementemente os atos de violência durante a manifestação e denuncia a perseguição política perpetrada pelo ex-policial Wendell Lagartixa e seu grupo. Em nota oficial, o movimento reforça seu compromisso com a luta por direitos sociais e repudia qualquer forma de intimidação e violência.

A Unidade Popular (UP) cobra ações imediatas e efetivas para garantir a segurança dos militantes envolvidos na manifestação pelo Natal Sem Fome e repudia as ameaças proferidas, além de cobrar investigação e responsabilização do incêndio criminoso.

A Verdade continuará acompanhando o desdobramento dessa situação e trará atualizações conforme novas informações surgirem.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes