UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

sexta-feira, 19 de abril de 2024

Procura-se Luisinho! Denúncia do seu desaparecimento e do descaso das autoridades em realizar sua busca em Viçosa (MG)

Reforçamos o nosso apoio aos familiares e amigos de Luis Gustavo e Larisse, e reiteramos a denúncia sobre a negligência da polícia de Minas Gerais na garantia da segurança e direitos do povo em nosso estado, principalmente, do povo pobre e preto.

Unidade Popular pelo Socialismo em Viçosa (MG) 


BRASIL – Iniciamos essa matéria divulgando a foto do Luisinho, desaparecido em Viçosa/MG desde o dia 13 de fevereiro deste ano. Pedimos a todos que se juntem a sua procura.

Desde a manhã do dia 13 de fevereiro de 2024, Luis Gustavo da Silva de Jesus, 15 anos, está desaparecido de sua família. Foi visto pela última vez na cidade de Viçosa, onde vive, no bairro Carlos Dias.

Após seu desaparecimento, sua mãe Daiana, orientada por apoiadores, buscou a Polícia Civil no dia 15/02, registrou o boletim de ocorrência e se dirigiu também ao Conselho Tutelar e à Defensoria Pública.

Entretanto, mesmo seguindo o protocolo em casos de desaparecimentos e tendo o direito legal de ser ouvida, o processo de busca por Luisinho iniciou-se somente uma semana depois do B.O.

Mesmo assim, cabe ressaltar que o  processo de busca só começou depois de duas idas anteriores à Polícia Civil de Daiana, quando esta, na segunda vez, retornou acompanhada de uma vereadora da cidade.

Legenda: Manifestação realizada pela família e apoiadores em frente à Câmara Municipal para pressionar a ação das autoridades na busca de Luisinho e Larisse.

Além de Luis Gustavo,  na mesma cidade de Viçosa que conta com menos de 80 mil habitantes, está desaparecida Larisse, de 22 anos e moradora do bairro Nova Viçosa.

Reforçamos o nosso apoio aos familiares e amigos de Luis Gustavo e Larisse, e reiteramos a denúncia sobre a negligência da polícia de Minas Gerais na garantia da segurança e direitos do povo em nosso estado, principalmente, do povo pobre e preto.

A vivência nesse sistema capitalista, um sistema racista e opressor, permite perceber que esta situação não se trata de um caso isolado, mas de uma regra por parte dos que estão no poder político e administrativo do Estado brasileiro que servem seus maiores esforços àqueles que estão no controle dos meioa de produção e, por conaegunte, da economia com um todo.

Essa realidade também é provocadora (como também provocada) do apagamento e descaso com as mulheres trabalhadoras, negras e mães na garantia dos seus direitos e de seus filhos.

Seguimos nos solidarizando e em luta na busca por Luisinho e Larisse, pela garantia dos direitos do nosso povo e pelo socialismo!

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes