UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

terça-feira, 25 de junho de 2024

MOSTRANDO RESULTADOS PARA:

Mulheres se mobilizam contra o PL do Estupro

Manifestações contra o PL do Estupro (PL 1904/24), em discussão na Câmara dos Deputados, ocorrem em todo país. Mulheres mostram repúdio à proposta que...

Por que legalizar o aborto no Brasil?

O aborto no Brasil é legalizado em casos de estupro, risco à vida da gestante e fetos anencéfalos, mas mulheres enfrentam barreiras para acessar...

Lei antiaborto reacionária é aprovada por Caiado em Goiás

A lei nº 22.537, que fere os direitos humanos ao obrigar que o Estado forneça ultrassom contendo os batimentos cardíacos do feto para quem...

França dá exemplo e é o primeiro país a assegurar o direito ao aborto na Constituição

No ultimo dia 04 de março, a França se tornou o primeiro pais do mundo a incluir o direito ao aborto na Constituição. Em...

Mulheres tomam as ruas pela descriminalização e legalização do aborto

Helena de Sá e Larissa Mayumi | Movimento de Mulheres Olga Benario (SP) No dia 12 de setembro, a ministra Rosa Weber, do STF, liberou...

Pelo direito de decidir: 26 de setembro – Dia Mundial da Contracepção

26 de setembro marca o Dia Mundial da Contracepção, para conscientizar a população, em especial as mulheres, sobre o seu direito de acesso a métodos contraceptivos e planejamento familiar.

Câmara Municipal de Santo André proíbe que agentes públicos falem sobre direito ao aborto

Movimentos de mulheres têm lutado contra os retrocessos e para ampliar a legalização do aborto, tendo exemplo nas argentinas, uruguaias e as guianenses.  Eloisa Bonifácio...

Pela aprovação da ADPF 442, pela Descriminalização do Aborto no Brasil!

Exigimos do STF a aprovação da ADPF 442 pela Descriminalização do Aborto no Código Penal Brasileiro. Helena Sá e Juliana Melo| Movimento Olga Benario No dia...

Juíza impede menina de 11 anos vítima de estupro de fazer aborto

Uma criança de 11 anos está sendo forçada a manter uma gravidez decorrente de um estupro e mantida isolada a mais de um mês...

Aborto em caso de estupro é um direito!

A menina de 10 anos que era violentada sexualmente pelo tio desde os 6 anos de idade, no Espírito Santo, teve seu aborto legal autorizado pela Justiça. O Código Penal brasileiro, há mais de 80 anos, prevê o direito de se interromper uma gravidez em caso de estupro. Desconsiderando a delicadeza do caso e a vida desta criança, fanáticos conservadores fascistas que se dizem cristãos estiveram do lado de fora do hospital onde seria realizado o procedimento, fazendo um cordão humano, chamando o médico de “assassino” e tentando pressionar a avó da menina na tentativa de impedir o aborto.

O Estado capitalista e o controle do trabalho de reprodução da vida

Negar o direito ao aborto é uma forma de opressão, controle e perseguição às mulheres, cujo direito ao próprio corpo ou à decisão de ter filhos é posto à mercê do Estado para a manutenção do sistema capitalista.

Novidades