UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

terça-feira, 16 de abril de 2024

MOSTRANDO RESULTADOS PARA:

Banqueiros dobram lucros dos créditos rotativos e endividam pobres

Juros do crédito rotativo no Brasil se encontram entre os mais altos do mundo, passando de 437% ao ano. População pobre está com dívidas...

O que acontece quando a taxa de juros cai?

Está claro que a redução dos juros, por si só, é insuficiente para a retomada do crescimento e a geração de empregos. A razão...

Banco Central mantém juros a 13,75% para provocar recessão e desemprego o país

BC mantém taxa de juros alta no país. Política neoliberal dos diretores banqueiros da autarquia quer jogar país no desemprego e recessão. Apenas os...

Taxa de juros elevada concentra renda e prejudica combate à inflação

Beto Silva | Rio de Janeiro (RJ) BRASIL - Em 1º de fevereiro, o Banco Central decidiu manter em 13,75% ao ano a taxa de...

Domínio do capital financeiro sobre a taxa de câmbio desafia soberania do país

Reverter o descontrole sobre o processo de formação da taxa de câmbio é fundamental para que o país possa assegurar a soberania nas decisões de política econômica e reduzir o pagamento de juros.

Lei da dolarização aumenta instabilidade do câmbio e reduz autonomia econômica

Nova Lei do Câmbio acaba com as últimas barreiras que ainda restam contra a completa exposição da economia nacional aos ciclos especulativos e às pressões políticas exercidas pelo capital financeiro e trará enormes limitações para a definição soberana da política econômica do país.

Autonomia do Banco Central: raposas com as chaves do galinheiro

A falsa autonomia do Banco Central é uma forma do mercado de colocar um cabresto no Estado brasileiro e dará aos banqueiros ainda mais poder para combater e sabotar medidas econômicas a favor do povo.

Novidades