UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

sábado, 25 de maio de 2024

MOSTRANDO RESULTADOS PARA:

Estudantes de Salvador organizam a luta contra o aumento da tarifa nos ônibus

Desde o anúncio do aumento da tarifa de Salvador para R$ 5,20 já foram realizados três atos pela revogação de mais uma medida da...

Aumento da passagem em Santos expõe necessidade de urgência do passe-livre

Em fevereiro, o prefeito de Santos anunciou o aumento das passagens na cidade de R$4,95 para R$5,25 no passe comum e R$2,60 para o passe escolar.

Ônibus em BH tem aumento de 33% no valor da tarifa

A Prefeitura de Belo Horizonte decretou na ultima semana o aumento de 33% no valor da tarifa de ônibus, que passou de R$4,50 para...

Aumento das tarifas em São Paulo ataca o povo pobre

Sete cidades da região metropolitana de São Paulo publicaram decretos de reajuste do valor da tarifa de ônibus no início de 2022.

Estudantes realizam ato em frente a empresa de ônibus em Cabo Frio (RJ)

No dia 3 de dezembro dezenas de estudantes do IFF de Cabo Frio e do IFRJ de Arraial do Cabo fizeram uma manifestação em...

Protesto pede volta do passe-livre universitário no Rio

Bilhete Único Universitário (BUU) foi suspenso no início da pandemia. O passe livre garantia que alunos de baixa renda não abandonassem seus cursos por falta de recursos para o transporte. Prefeitura se nega a retomar o benefício.

Estudantes ocupam Prefeitura do Rio pela volta do passe livre

Entidades e lideranças do movimento estudantil exigem que Prefeitura libere o Bilhete Único Universitário, bloqueado desde o início da pandemia. O passe livre garante que todo estudante bolsista, cotista ou que possua renda inferior ou igual a um salário mínimo per capita tenha acesso ao transporte público. 

Estudantes cariocas protestam pela volta do passe universitário

Entidades e lideranças do movimento estudantil querem que Prefeitura libere o Bilhete Único Universitário, bloqueado desde o início da pandemia.

Aumento na passagem dos trens gera revolta no Rio de Janeiro

Nas últimas semanas foram organizadas diversas panfletagens em diferentes partes da cidade com intuito de informar a população sobre o aumento. Fruto da pressão, a SuperVia foi obrigada a suspender o reajuste nos trens por pelo menos 20 dias. Mesmo assim, mobilização continua. 

Novidades