UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

segunda-feira, 3 de outubro de 2022

MOSTRANDO RESULTADOS PARA:

Quase 32 mil pessoas vivem nas ruas de São Paulo

Segundo levantamento realizado em janeiro de 2022 pela Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS), nos últimos dois anos houve um crescimento de...

Dezenas de sem teto morreram de frio no último ano em São Paulo

Na cidade mais rica do país, 31 mil pessoas passaram o dia e a noite de hoje sem abrigo, nas ruas. A situação de...

Mais de 41 mil famílias sofrem sem moradia digna em Campinas

As políticas neoliberais de Bolsonaro, Paulo Guedes e todos que formam a base desse governo genocida não atendem as necessidades do povo trabalhador, agravam ainda mais a crise criada graças à exploração capitalista e a retirada dos direitos da população. Sem moradia digna e sem renda fixa, ou qualquer tipo de suporte, para que possam viver uma vida livre e plena só resta ao povo a luta pelo poder popular.

Carta | “Morar é Viver”

Um prédio enorme... amplamente decorado e trabalhado. Havia de um tudo, baldes, mesas, pás, enxadas, banheiro, cadeiras, cisternas... E o grande detalhe: sem qualquer função. Sim, totalmente abandonado no relento do coração do Rio de Janeiro. Ali, na rua da alfandega número 48, estava um grande concreto desperdiçado. E assim se mantinha, ninguém pestanejava, ninguém reclamava da poeira causada pelo vazio. Estava ele jogado nas ruas, que nem o povo pobre do nosso Brasil. 

Vereadores tentam impedir entrada de trabalhadores na Câmara de São Bernardo

Por Victória Magalhães SÃO BERNARDO DO CAMPO - Esta semana, entrou em curso em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, uma proposta de proibição...

Novidades