TwitterFacebookGoogle+

PCR organiza ato em homenagem a seus heróis

Encontros foram realizados em homenagem a Manoel Lisboa de Moura, Amaro Luiz de Carvalho, Amaro Félix, Emmanuel Bezerra, Manoel Aleixo e demais heróis na luta contra a ditadura militar fascista de 1964.

Redação Pernambuco
Jornal A Verdade


Foto: Jornal A Verdade

CARUARU (PE) – O Partido Comunista Revolucionário (PCR), no mês de setembro de 2019, realizou em diversas cidades atos em homenagem a seus heróis. Em Caruaru, o ato reuniu militantes e lideranças da cidade e contou as biografias dos cinco camaradas: Manoel Lisboa, Emmanuel Bezerra, Manoel Aleixo, Amaro Luiz de Carvalho e Amaro Félix. Os camaradas foram lideranças sindicais, camponesas e estudantis, sonharam e deram suas vidas pela libertação do povo, pelo socialismo e pela derrubada da Ditadura Militar.

Inicialmente, foi feito um resgate histórico do Partido, da fundação, em 1966, e da refundação, em 1995, e como a luta tem se desenvolvido atualmente no país. Vários companheiros(as) contribuíram com depoimentos emocionantes, que demostraram a certeza e a necessidade de um partido revolucionário.

É pelo exemplo desses camaradas que o PCR tem crescido e se fortalecido não só quantitativamente, mas com qualidade e atuando em diversos segmentos de luta. Nos sindicatos onde o Partido tem atuação estão sendo organizadas várias greves, conquistando melhores condições de trabalho, alimentação e respeito aos trabalhadores.

A União da Juventude Rebelião (UJR) tem crescido e se fortalecido, sendo símbolo de resistências em diversas lutas, a exemplo da Universidade Federal de Pernambuco – UFPE, que, através da luta, conseguiu a instalação do campus em Caruaru, realizou campanha de abaixo assinado dos secundaristas em Caruaru e tem sido palco de vários atos, como a ocupação de 45 dias nas escolas em Pernambuco contra a “PEC do Fim do Mundo”. Na luta diária por direitos da juventude secundarista, o PCR se reafirma cada vez mais através de vários atos em defesa do livre acesso da juventude ao emprego, estudo e cultura. Tem avançado também na luta das mulheres pela vida  e por mais direitos.

O PCR é um partido classista, que entende que só através de uma ruptura do poder da burguesia, só através de uma revolução é possível os trabalhadores(as) terem vida digna.

As mortes desses companheiros não foram em vão e nunca serão. Suas vidas, seu compromisso com a revolução, refletem até hoje na vida do nosso povo e na sua militância. Ao darem suas vidas, os cinco camaradas não só nos deixaram o exemplo, mas também ajudaram a garantir direitos básicos para o povo, como contrato de trabalho e respeito aos trabalhadores rurais da Zona da Mata de Pernambuco e demais estados do Nordeste.

No final da atividade, foi declamada a poesia “Às Gerações Futuras”, poema este que foi escrito pelo camarada Emmanuel Bezerra, quando o mesmo estava preso, sofrendo torturas na Base Naval de Natal, na ditadura. Esse poema é um chamado aos jovens e aos homens e mulheres para trazerem para si a responsabilidade de lutar por uma sociedade mais justa e igualitária.

É preciso ter como exemplo os camaradas que, diante da perseguição, nunca se deixaram abalar, nunca desistiram da construção do Partido Comunista Revolucionário. Este partido, que tem como base os princípios marxista-leninistas. Honrar a memória desses camaradas é honrar a história do país e do povo brasileiro.

Print Friendly, PDF & Email
pvc_views:
38

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações