TwitterFacebookGoogle+

Dória corta “vale-peru” dos metroviários de SP

João Dória busca atacar até os mínimos direitos dos trabalhadores. O vale que compensaria todos os dias e esforços dos metroviários durante o trabalho foi simplesmente cortado.

Redação São Paulo
Jornal A Verdade


Foto: Reprodução

SÃO PAULO – O corte da cota extra do Vale Alimentação (VA) em dezembro, apelidado de vale-peru pela categoria Metroviária, demonstra a opressão da direção da empresa que tem dinheiro para pagar salários exorbitantes para seus comissionados e corta benefícios dos trabalhadores e trabalhadoras que fazem São Paulo rodar com muito esforço.

Ao invés de agradecimento pelos seus esforços, a categoria vê a cada dia seus direitos e condições de trabalho serem rebaixados e o Patrimônio Público do Metrô ser entregue pouco a pouco a preço de banana para os consórcios capitalistas.

O vale-peru, pago desde 2013, já é considerado um benefício assegurado e o corte pegou de surpresa as famílias dos metroviários. O corte foi aplicado com base no julgamento da última campanha salarial, quando o item não foi abordado pelo tribunal.

Entretanto, por diversas vezes, a direção do Metrô tem retirado direitos assegurados em Acordo Coletivo se baseando na Reforma Trabalhista, demonstrando que a classe trabalhadora vive um momento que precisa resistir e passar para ofensiva.

É hora de nos unirmos mais e desenvolver a luta para além da resistência, passando a recuperar direitos retirados e nos fortalecer para novas conquistas.

Print Friendly, PDF & Email
pvc_views:
38

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações