UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quarta-feira, 6 de julho de 2022

Estudantes de São Matheus barram projeto de precarização do ensino

Estudantes e trabalhadores foram capazes de paralisar as ações do governo do estado e desencadearam uma ação em cadeia na região de São Matheus.

Josias Lima


Foto: Lucas Codeban/Jornal A Verdade

SÃO PAULO – Em 2019, o governo de João Dória (PSDB) começou a articulação para implementar o Programa de Ensino Integral (PEI), como forma de expulsar os estudantes trabalhadores de suas escolas. Caso o programa fosse implementado, o EJA (Ensino de Jovens e Adultos) e o ensino noturno seriam fechados arbitrariamente.

Das muitas escolas selecionadas, algumas se localizam na Zona Leste, sob direção da Diretoria de Ensino Leste 3.

Com anúncio das escolas que teriam o PEI implantado, o Movimento Correnteza, em unidade com Subsede da APEOESP Itaquera, passou a mobilizar estudantes, professores e a comunidade para barrar os ataques do governo à educação e o direito dos estudantes trabalhadores de estudarem.

Os estudantes da Escola Estadual Maestro Brenno Rossi deram um norte e estimularam outras escolas da região de São Mateus a construírem manifestações, debates e mobilizações ao projeto imposto pelo governo do estado.

Foto: Lucas Codeban/Jornal A Verdade

Com a realização de assembleias, manifestações nas ruas de São Matheus e na Diretoria de ensino, os estudantes e professores barraram a implementação do Programa de Ensino Integral, o fechamento do EJA e o fechamento do ensino noturno nas escolas da Zona Leste 3.

Essa conquista mostra que mesmo com um cenário de ataques à educação pública, com projetos que querem precarização do ensino, para assim realizarem privatizações, favorecendo os magnatas do ensino privado. A luta organizada e obstinada dos estudantes, professores e familiares das periferias se mostrou o único caminho para barrar os retrocessos impostos pelos ricos sem se limitar à resistência, mas também para conquistar a educação pública e gratuita e pra todos.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes