TwitterFacebook

Unidade Popular lança programa do partido no Rio de Janeiro

Na noite desta quinta (13), a Unidade Popular (UP) realizou no Rio de Janeiro o lançamento de sua Resolução Política aprovada no 1° Congresso Nacional. Vários trabalhadores e estudantes, filiados e apoiadores da UP, se reuniram para conhecer o programa do partido, e afirmaram em debate a necessidade de o povo pobre se organizar na luta pela construção de uma sociedade mais justa, na qual todos os trabalhadores possam decidir pelos rumos de sua própria vida: a sociedade socialista.

Raphael Assis


Fotos: Jornal A Verdade

RIO DE JANEIRO – A Unidade Popular (UP) realizou na quinta-feira (13) uma grande plenária de lançamento de sua Resolução Política aprovada no 1° Congresso Nacional, que contém o programa político do partido, bem como as teses que fundamentam e justificam os pontos do programa.

O evento lotou o auditório da CUT, no Centro do Rio, reunindo dezenas de militantes e apoiadores da UP, estudantes e trabalhadores de várias categorias, como servidores públicos, médicos, advogados e petroleiros.

Foi realizada uma breve explanação inicial sobre o programa e, em seguida, abriu-se um emocionante debate, o qual no geral deixou clara a necessidade de se defender o socialismo no atual nível de degradação da sociedade capitalista e do avanço do fascismo. Além disso várias foram as referências a diversos pontos do programa do partido. Um programa disposto a lutar pelo fim imediato do pagamento da dívida pública e de sua auditoria; disposto a lutar pela Reforma Agrária e Urbana; pelos direitos dos povos originários, historicamente genocidados e cuja cultura sofre um verdadeiro genocídio; um programa que reinvidique o acesso livre e universal a todos os níveis de educação; que defenda a libertação imediata das mulheres de toda estrutura patriarcal que as prende ao trabalho doméstico e à violência, e que as impede de se desenvolver como pessoas capazes de transformar os rumos de sua própria vida. Enfim, o tempo todo, defendeu-se, no debate, a legitimidade e a total necessidade dos pontos apresentados pelo programa da Unidade Popular.

Também foi ressaltado o papel que a UP vem se proposto a assumir no atual cenário político brasileiro, que enfatiza a luta popular nas ruas e a organização dos trabalhadores para a conquista do poder político, através da união entre juventude, mulheres, negros, LGBTs e todas as pessoas oprimidas por este injusto sistema econômico em que vivemos.

O partido se propôs, ao fim, trabalhar duro para fazer do programa apresentado uma prática diária entre toda a militância, a fim de convencer cada vez mais pessoas sobre a necessidade urgente de se construir uma nova sociedade, em que funcione o verdadeiro poder popular.

Esteban Crescente, presidente da UP no Rio de Janeiro

Print Friendly, PDF & Email
pvc_views:
189

2 comments

  1. carlos baia

    Duque de caxias, tera uma verdadeira mudança espulsando a oligarquia, monopolio, ditadores, hipocritas e racistas hofobicos, vamos extirpar desta cidade esta corja que se agrupelha na camara municipal e executivo, juntos vamos tomar poder, indentificar nossos irmãos que sofrem com o descaso e ´preconceto…carlos baia

  2. carlos baia

    juntos vamos derrubar os caciques de DUQUE DE CAXIAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações