UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

sábado, 25 de junho de 2022

A luta contra os agrotóxicos e o governo Bolsonaro

Trabalhadores da agricultura se expõem a contaminação diária na aplicação de agrotóxicos no agronegócio. Foto: divulgação

Por Alexya Lessa

RIO DE JANEIRO – Hoje (3) é o Dia Mundial de Luta Contra os Agrotóxicos e representa uma importante luta contra os venenos que são colocados em nosso prato de comida, despejado em nossos solos e rios e que vem matando aos poucos nosso povo.

Os agrotóxicos são venenos, utilizados principalmente em monoculturas, para conter doenças e insetos nas plantas, aumentando o rendimento de uma plantação. Na teoria parece algo benéfico, se não fossem os diversos malefícios que eles trazem para a saúde de quem o aplica e de quem consome os alimentos em que foram utilizados, além da contaminação que trazem para todo o meio ambiente.

Como consequência desses venenos para o meio ambiente temos a contaminação do solo em que é aplicado, envenenando os animais que ali vivem e dificultando que as próximas plantações sejam abundantes e de qualidade, contaminação dos rios e peixes que abastecem nossas casas. Ou seja, não só nossos alimentos chegam envenenados em nossas casas, mas também a água que bebemos. E esse tanto de agrotóxicos que consumimos pode nos trazer doenças respiratórias, diversos tipos de câncer, má formação dos fetos, parto prematuro, doenças no fígado, morte por intoxicação entre outras doenças.

Por esses e outros problemas que a cada dia vão sendo descobertos, em todo o mundo tem crescido o movimento contra o uso de agrotóxicos, incentivando o uso de produtos naturais para controle de pragas nas plantações e o consumo de alimentos orgânicos (que são os que não recebem agrotóxicos na sua produção), reduzindo assim a exposição a esses venenos.

Manifestação do MST contra os agrotóxicos. Trabalhadores do campo lutam desde sempre contra o veneno nas nossas comidas. Foto: MST/Divulgação

Bolsonaro quer envenenar nossa comida e destruir o meio ambiente

Indo em direção totalmente contrária a esse movimento por uma alimentação segura e em defesa do meio ambiente, Bolsonaro desde o início de seu governo vem liberando centenas de agrotóxicos, sendo muitos deles proibidos mundialmente, o que coloca nossa saúde, nossas terras e nossas águas em perigo. A lista de agrotóxicos liberados por Bolsonaro já chega a 895 produtos, mostrando sua indiferença quanto ao mal que podem trazer e que seu interesse em primeiro lugar é o seu lucro e de seus comparsas do agronegócio

Em mais uma das pautas pela vida do povo vemos que Jair Bolsonaro nos deixa de lado. Justifica dizendo que precisamos aumentar a produção dos alimentos. Entretanto, o aumento da produção sob um governo entreguista não contribui para combater a fome ou diminuir as desigualdades, mas somente para enriquecer os latifundiários apoiadores de Bolsonaro e compradores estrangeiros.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes