TwitterFacebook

Curso de formação marxista-leninista realizado no DF

MARXISMO-LENINISMO – O aprofundamento do conhecimento da teoria e da filosofia Marxista-Leninista sobre o partido permite à militância compreender seu papel na luta de classes brasileira, combater o idealismo, o reformismo e o revisionismo de forma militante. (Foto: Reprodução/Jornal A Verdade)

Os cursos de formação Marxista-Leninistas são um instrumento essencial para a compreensão do Materialismo Histórico e Dialético, assim como um espaço de debater as possibilidades de aplicação da teoria na luta prática.
Redação Distrito Federal
Jornal A Verdade

DISTRITO FEDERAL (DF) – No domingo (15), uma parte da militância do Partido Comunista Revolucionário (PCR) e da União da Juventude Rebelião (UJR) do Distrito Federal se reuniu para estudar a teoria revolucionária do marxismo-leninismo. Durante toda a atividade o espírito de rebeldia e combatividade esteve presente com palavras de ordem, agitação e energia revolucionária, relembrando os heróis e heroínas do povo como Manoel Lisboa de Moura e Olga Benário.

Na parte da manhã, os militantes leram e discutiram o documento “Sobre o Partido do Proletariado” elaborado pela Conferência Internacional de Partidos e Organizações Marxista-Leninistas (CIPOML). Durante a discussão, os militantes reforçaram “a importância da construção de um forte Partido de vanguarda, centralizado democraticamente, que seja capaz de se ligar verdadeiramente às massas exploradas para organizá-las para a luta contra a pobreza, a miséria e a exploração capitalista, a importância da crítica e da autocrítica como método de superação dos erros e melhoria no trabalho também foi alvo de discussão”.

Já na parte da tarde, o texto “Sobre os Quadros” do revolucionário búlgaro George Dimitrov foi alvo de estudo da militância. O documento, que foi apresentado pela primeira vez em 13 de agosto de 1935 no VII Congresso da Internacional Comunista, trata de um dos problemas mais importantes para o Partido Comunista: os quadros. A discussão se iniciou com algumas reflexões: o que são os “quadros”? Qual é o seu papel na construção do Partido e na luta pela revolução? Os militantes compreenderam este estudo como um complemento do estudo realizado pela manhã, afinal, para ter um forte Partido é necessário ter homens e mulheres que sejam capazes de construí-lo, de colocar em prática as suas tarefas. Esses homens e mulheres são os quadros, sem eles, é impossível a construção de um Partido revolucionário e consequentemente da revolução. A formação teórica e prática foi compreendida como uma tarefa fundamental para formar-se um quadro revolucionário. Por sua vez, a existência de quadros bem formados é imprescindível para que o partido consiga se ligar às massas e dirigi-las consequentemente na luta pelo poder.

Os dois textos estudados estão presentes no livro “Princípios de organização do Partido Marxista-Leninista”, das Edições Manoel Lisboa, organizado pelo camarada Edival Nunes Cajá. A militância se planeja para seguir estudando as demais obras presentes nesse importante livro, seja individualmente ou nos coletivos, como forma de elevar o conhecimento da teoria da revolução e nos equiparmos com essa poderosa arma, que deve ser um guia para a nossa ação.

“O curso foi uma viva troca de experiências entre diferentes gerações de revolucionários. Teoria e prática se ligam quando cada um analisa os ensinamentos dos textos pensando como estes se aplicam à realidade do seu local de militância cotidiano. Do mais jovem ao mais experiente, todos puderam sair mais fortalecidos, com uma maior compreensão do marxismo-leninismo, com mais vontade de lutar e convicção de que o socialismo é o futuro da humanidade”.

Print Friendly, PDF & Email
classic-editor-remember:
classic-editor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações

%d blogueiros gostam disto: