UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

terça-feira, 4 de outubro de 2022

Nasce a Ocupação Dragão do Mar em Fortaleza

Antigo Palácio da Justiça, no Centro de Fortaleza

Na madrugada deste domingo (8), cerca de 100 famílias de diversos bairros da periferia de Fortaleza, organizadas pelo Movimento de Lutas nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB) ocuparam um prédio abandonado no Centro da cidade e o batizaram de “Ocupação Chico da Matilde – Dragão Mar”. O nome é uma homenagem ao líder da luta pela libertação dos escravos no Ceará, que foi o primeiro estado no Brasil a abolir a escravatura.

As famílias ocuparam um prédio estadual que está abandonado há sete anos, demonstrando, assim, a falta de política habitacional do Governo Camilo Santana (PT). Desde 2014, o prédio, onde funcionava o antigo Palácio Estadual da Justiça do Ceará, está fechado, sem cumprir nenhuma sua função social. As famílias reivindicam que o espaço público seja destinado para moradia digna.

Famílias comemoram surgimento da ocupação

A Ocupação Dragão do Mar nasce num momento em que a pandemia de Covid-19 ainda continua e a maioria do povo pobre de Fortaleza vive apenas com o auxílio emergencial no valor de R$ 375,00. Segundo números oficiais, atualmente, são mais de 200 mil pessoas que não têm onde morar na capital cearense. A falta de uma política habitacional dos governos estadual e municipal faz com que milhares de famílias pobres estejam morando em áreas de risco, moradias precárias e habitações compartilhadas por várias famílias.

Uma hora após a ocupação das famílias, a Polícia Militar entrou no prédio e agiu de forma truculenta com os ocupantes, ameaçando a todo momento atirar, apontando suas armas para crianças, mulheres e idosos e, após perceber a resistência do movimento, prendeu dois militantes da coordenação do movimento, agredindo-os e mantendo-os detidos por uma hora. Contudo, não conseguiram intimidar o povo aguerrido, que decidiu não sair do prédio e, finalmente, nossos camaradas foram liberados. A primeira vitória da Ocupação do MLB!

O direito à moradia digna para muitos é negado pelo Estado Brasileiro. Assim, milhares de famílias trabalhadoras não possuem alternativa a não ser ocupar os espaços ociosos da cidade, que não cumprem função social, e transformar esses espaços vazios em moradia popular. O Movimento de Luta dos Bairros, Vilas e Favelas luta por uma cidade mais justa, sem opressões, pela reforma urbana e pelo socialismo.

Redação Ceará

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes