TwitterFacebook

Privatização e conta de luz mais cara pioram a renda do povo

Trabalhadores da Eletrobras preveem aumento da conta de luz com privatizações. Foto: Reprodução

Privatizações e governo Bolsonaro encarecem conta de luz no Brasil. Apagões começam a acontecer em diversas partes do país. Aumento na conta de luz causa aumento nos alimentos e combustíveis.

Igor Barradas e Felipe Annunziata | Redação Rio

BRASIL  Todas as famílias pobres tem visto os valores absurdos que tem vindo na conta de luz. Famílias simples, que não usam muita energia, hoje são obrigadas a pagar R$200 ou até R$300. O aumento no preço da energia também tem levado ao aumento do preço dos alimentos de primeira necessidade. 

Nos últimos meses, a chamada crise hídrica tem piorado essa situação. A seca que ocorre hoje em várias partes do país tem baixado o nível nos reservatórios das hidrelétricas e fazendo com que a energia consumida venha das termelétricas, que dependem de diesel ou gás natural para funcionar. 

O aumento do preço do frango, por exemplo, é afetado pelos aumentos da bandeira tarifária. Estudo realizado pela Associação Paulista de Supermercados mostra que o frango teve uma alta de 8,6% somente no mês de agosto em São Paulo. Outro setor afetado é o dos combustíveis, que veem aumentar a demanda por gás e diesel das termoelétricas, que além de serem caras, são poluentes.

Conta de luz de morador da periferia do Rio de Janeiro. Foto: Jornal A Verdade

Conta de luz vem aumentando durante os últimos meses

Em 31 de agosto, a Agência Nacional de Energia Elétrica anunciou a criação de uma nova bandeira para a conta de luz, chamada de bandeira de escassez hídrica. A taxa tem o valor de R$14,20 por 100 kWh, e começou a ser aplicada no dia 1 de Setembro. A bandeira ficará em vigor até 30 de abril de 2022.

O novo valor proposto pelo Ministério da Economia de Paulo Guedes, representa um aumento de 49,6% (ou R$4,71) em relação à atual bandeira vermelha patamar 2 (de R$9,49 para 100 kWh), que estava sendo aplicada à conta de luz. Na prática, será um aumento que pode chegar a 58%.

No final de junho, o valor da bandeira vermelha patamar 2 já havia subido 52%. O ministro Bento Albuquerque sugere, para contornar a crise, que os brasileiros tomem menos banhos. Na realidade, o aumento da conta de luz provem de taxas absurdas de energia num país com grande potencial energético, inclusive de fontes sustentáveis, como a solar. 

Apagões começam a acontecer pelo país 

O Amapá é um dos estados que mais sofrem com esta situação. Neste ano vários apagões já aconteceram no estado. A Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) informou que ocorreu um desabastecimento de energia que atingiu 13 dos 16 municípios do estado. Esses municípios ficaram no escuro no grande apagão de 22 dias no fim do ano passado.

Outros estados já tem visto os efeitos desse problema. No interior de Minas Gerais e do Rio de Janeiro, dezenas de cidades ficaram sem luz no último dia 19. No Distrito Federal algumas cidades também tiveram apagões no mês de agosto.

Ano passado, apagão de mais de 20 dias no Amapá levou a revolta generalizada da população. Foto: Amazônia Real

Privatizações e governo Bolsonaro são responsáveis pelo aumento na conta de luz

O governo do fascista Bolsonaro e seus ministros generais são os responsáveis por essa situação, criada apenas para servir aos interesses dos capitalistas nacionais e estrangeiros. Paulo Guedes, ministro da economia, afirmou: “Qual o problema de a energia ficar um pouco mais cara?”.

Junto a essa questão o processo de privatização do setor elétrico tem piorado a situação. Pauta antiga da mídia burguesa e dos partidos de direita, a privatização da Eletrobras foi aprovada a toque de caixa pelo Congresso. Nos últimos 20 anos, várias companhias de distribuição nos estados já vinham sendo vendidas.

A privatização da Eletrobras é a investida final sobre o setor elétrico. No projeto aprovado pelo Congresso, além de vender uma das maiores empresas estatais para meia dúzia de ricos, estão previstas medidas que devem encarecer em mais de 80% o valor da conta de luz.

A situação da luz no país deve piorar nos últimos meses. Sindicatos de trabalhadores, movimentos populares já tem se mobilizado contra isso. O aumento da luz, junto com o dos alimentos e do gás prometem deixar mais precária a vida do povo.

Print Friendly, PDF & Email
classic-editor-remember:
classic-editor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações

%d blogueiros gostam disto: