TwitterFacebook

Unidade Popular convoca para novembro seu 2° Congresso

1° Congresso da Unidade Popular, em Belo Horizonte, março de 2019. Foto: Thaís Oliveira

Mariana Fernandes
Unidade Popular (MG)

BRASIL – Após dois anos da realização do 1º Congresso Nacional, o Diretório da Unidade Popular divulgou aos seus filiados a convocatória para seu 2º Congresso. Marcado para os dias 12, 13 e 14 de novembro, o evento acontecerá na cidade de São Paulo e contará com delegados de todo o país, garantindo os cuidados com a pandemia.

“Decidimos que juntamente da tarefa de construir nosso Congresso, vamos nos dedicar à tarefa central que a esquerda deve ter neste momento: a derrubada do Governo Bolsonaro e seus aliados. Por isso, fomos e somos linha de frente dos grandes atos pelo Fora Bolsonaro”, afirmou Leonardo Péricles, presidente nacional da Unidade Popular.

O 1º Congresso da UP foi realizado em março de 2019, em Belo Horizonte, com o partido ainda sem registro eleitoral. De lá para cá, a Unidade Popular foi fundamental nas principais lutas de rua no Brasil contra o fascismo, o racismo e o Governo Bolsonaro. Péricles também ressalta a primeira participação eleitoral da UP: “Fomos vitoriosos no processo eleitoral, no qual ampliamos nossa influência nos bairros populares, nas periferias e favelas de todo país. Tivemos candidaturas populares, forjadas na luta e que eram a cara do povo: majoritariamente formadas por negras, negros, jovens e mulheres. Mas ainda falta muito para sermos um partido de milhões e o Congresso será uma importante oportunidade de crescer ainda mais nosso trabalho”.

Iniciar as tarefas de construção do 2º Congresso Nacional

Para garantir o Congresso, são muitas as tarefas a cumprir: fazer uma ampla campanha de filiação; construir núcleos por bairros e regiões; realizar congressos municipais e estaduais; arrecadar recursos financeiros, inclusive com a meta de que 100% dos militantes fique em dia com sua contribuição individual.

O país vive hoje sob a maior crise política desde o fim da ditadura militar e a mais profunda crise econômica do capitalismo. Um momento oportuno para avaliar a estratégia e a tática do partido na luta contra o fascismo, além de reafirmar sua política revolucionária e de renovar o convencimento da militância.

“Nosso Congresso vem para impulsionar ainda mais a luta contra o fascismo e para reafirmar a necessidade de consolidar um grandioso partido popular, revolucionário e de luta, no meio da classe trabalhadora e do povo, disposto a levar a luta pelo poder popular e pelo socialismo até às últimas consequências”, declara Leo Péricles.

Print Friendly, PDF & Email
classic-editor-remember:
classic-editor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações

%d blogueiros gostam disto: