UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

terça-feira, 9 de agosto de 2022

23 de Outubro: Povo na Rua, Fora Bolsonaro nas periferias do Brasil

LUTA POPULAR – Atos estão programados nas periferias por todo o país. (Foto: Luiza Castro/Sul 21)

Articulação Povo na Rua Fora Bolsonaro, movimentos sociais, partidos políticos de esquerda e organizações populares estão convocando atos nas periferias de todo o país para o próximo sábado, dia 23 de outubro.

Cadu Machado


FORA BOLSONARO – Para o povo trabalhador, a juventude preta, as mulheres, os movimentos sociais e partidos comprometidos com a luta de classes, é urgente a derrubada do Governo Bolsonaro e seus militares fascistas.

Por esta necessidade, a articulação Povo na Rua Fora Bolsonaro, em unidade com movimentos sociais, mandatos populares e partidos de políticos, está convocando mais um ato contra o governo genocida, para o próximo sábado (23). Dessa vez os atos estão marcados para acontecer nas periferias, pautando principalmente a carestia de vida, a fome, o desemprego e a miséria do povo.

O povo não aguenta mais

FOME – Mais de 19 milhões de pessoas vivem na extrema pobreza no Brasil. (Foto: Leonardo de França/BdF)

Já são mais de 15 milhões de pessoas desempregadas nosso país e mais de 30 milhões sobrevivendo de bicos. Neste cenário, cerca de 100 milhões de brasileiros e brasileiras não sabem se vão ter o que comer e como vão alimentar seus filhos. 

O preço dos alimentos sobe diariamente. O gás de cozinha já ultrapassa os 100 reais. O litro da gasolina já custa mais de 7 reais na maioria das cidades. Nas últimas semanas temos visto cenas revoltantes de trabalhadoras e trabalhadores se aglomerando nas filas do osso e em caminhões de lixo para recolher carcaças. Além das 33 milhões de pessoas não têm onde morar e vivem completamente vulneráveis.

Neste mesmo Brasil, a família de Bolsonaro e o alto comando das Forças Armadas fazem farra com o dinheiro público, compram mansões, comem picanha de R$ 1.800 o quilo e os soldados do exército tomam banho com leite condensado. No comando do Ministério da Economia, Paulo Guedes faz fortuna com contas secretas em paraísos fiscais e fez os bancos lucrarem mais de 60 bilhões de reais em 2020.

Para Vivian Mendes, presidente da Unidade Popular (UP) em São Paulo, “A verdade é que se trata do governo mais corrupto da história do país, disputando esse posto apenas com o período da Ditadura Militar. Por isso e pela situação que nosso povo vive, não podemos mais esperar para derrubá-los.”

Por tudo isso, é hora de ir às ruas novamente, gritar pelo fim desse governo e construir um ato nacional para o dia 23 de outubro com objetivo de concentrar a luta nas favelas e dialogar com quem mais sofre os efeitos da política fascista de Bolsonaro.

Já são mais 40 atos marcados em cidades de norte a sul do país

POVO NA RUA – Atos por todo o Brasil pelo #ForaBolsonaro. (Foto: Oliven Rai / Mídia Ninja)

Em São Paulo, o ato está convocado para as 10 horas da manhã, no Largo São Mateus, na Zona Leste da capital. No Rio de Janeiro o ato também está programado para as 10h e será realizado no Viaduto Negrão de Lima, Madureira.

Fortaleza e Aracaju programaram a manifestação para as 9h. Belo Horizonte, Porto Alegre e Goiânia têm manifestações confirmadas para as 15h. Também estão programados atos para Florianópolis (14h), Maceió (16h), Petrópolis (17h), São Gonçalo (10h) e muitas outras cidades pelo país.

Confira programação completa nas redes sociais da Povo na Rua.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes