TwitterFacebook

Unidade Popular no Ceará realiza seus Congressos

FORTALEZA – No dia 30 de outubro, a Unidade Popular no Ceará realizou seu 3° Congresso Estadual e 2° Congresso Municipal de Fortaleza, na sede da Adufc (Sindicato dos docentes das Universidades Federais do Ceará), como parte também da preparação para o nosso 2° Congresso Nacional.

Na mesa de abertura do evento estavam representantes do PCB, PSOL e PCR, que saudaram os congressos e demonstraram disposição e concordância com a unidade da luta da esquerda contra o fascismo em nosso país e contra o desmonte do país.

Na mesa de conjuntura, a presidenta estadual da UP, Paula Colares, apresentou a primeira parte de nossa tese ao congresso nacional, fazendo a militância entender que, enquanto partido político, “não queremos gerir o capitalismo, não queremos administrar as mortes, a fome, a exploração e a opressão do povo brasileiro. Nós queremos derrotá-lo, ganhar a classe trabalhadora para a construção do socialismo”.

Outro momento importante foi o informe sobre o trabalho da Unidade Popular no setor sindical, no qual foi exposta a necessidade de avançarmos na luta dentro das categorias profissionais e nos sindicatos, pois a luta de classes tem sido apagada no discurso e na atuação desse campo, atualmente protagonizada pela social-democracia. Portanto, é papel da UP retomar a tarefa de evidenciar e fazer essa disputa na sociedade capitalista. Sobre o tema, nossa militância aponta que a luta precisa ser radicalizada.

No turno da tarde, tivemos o informe de Organização, baseado em nossas teses ao Encontro Nacional. Foi destacada a importância de não nos iludirmos com as instituições burguesas, que já demonstraram inúmeras vezes que trabalham contra a classe trabalhadora. Por isso, o crescimento do partido é fundamental, pois precisamos de mais camaradas trabalhando no avanço de consciência da classe trabalhadora e ganhando-a para a luta organizada. Durante o debate, a militância em suas falas apresentou ideias para aprofundar o trabalho nos núcleos e fazer uma grande campanha de filiação da UP no estado.

Durante o congresso, também foi discutida como pauta a construção material do partido, fundamentalmente através da autossustentação. O último momento da atividade, após aprovadas as propostas feitas sobre as discussões norteadas pelas teses, aconteceram a escolha da delegação do Ceará que irá ao Congresso Nacional e a votação de dois camaradas elegíveis ao diretório nacional da UP, representando o estado.

O congresso foi finalizado com a eleição do novo diretório municipal de Fortaleza, com os nomes do companheiro petroleiro, Emanuel Menezes, como presidente, e da companheira professora e estudante de Pedagogia, Mariane Barbosa, como vice-presidente. O jovem militante Atson Leles avaliou que o evento fortalece sua atuação política a luta coletiva de toda a Unidade Popular no estado.

Redação Ceará

Print Friendly, PDF & Email
classic-editor-remember:
classic-editor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações

%d blogueiros gostam disto: