UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quinta-feira, 6 de outubro de 2022

Impugnação da candidatura de Ludmila é um ataque a Enfermagem

Redação de PE


A presidente licenciada do Sindicato dos Enfermeiros no Estado de Pernambuco (SEEPE), Ludmila Outtes, respondeu hoje ao pedido de impugnação da sua candidatura. Na resposta, a assessoria da candidata rebate as alegações de que não se licenciou da entidade e reiterou que, na condição de militante da causa do SUS, do piso salarial da enfermagem e a defesa das pautas da categoria, continuou participando das lutas dirigidas pelo sindicato, mas, não na condição de presidente.

Dirigente Estadual da Unidade Popular – UP, ela é a voz que mais incomoda o PSB de Pernambuco na área da saúde, sendo contundente na denúncia das unidades literalmente caindo aos pedaços; pacientes amontoados, maltratados; e profissionais de saúde trabalhando em condições adversas, moralmente assediados e materialmente desprovidos das mínimas condições para o perfeito exercício da profissão.

“Todos os direitos dos trabalhadores foram fruto das mobilizações da nossa classe. A enfermagem tem lutado muito para conquistar o piso e agora para que ele seja respeitado. O governo do estado e os grandes empresários não querem cumprir o que diz a lei. Como enfermeira, não vou deixar de participar das mobilizações. Essa tentativa de impedir nossa candidatura é porque eles têm medo do que vamos fazer quando a enfermagem pernambucana conquistar esse mandato Federal”, declarou Ludmila Outtes.

Detenção e multa da denunciante

Na peça de defesa, a assessoria da candidata também pediu a autora da denúncia que considera falsa “seja enquadrada nos termos do art. 45 da Res TSE 23.609/2019, incorrendo a infratora na pena de detenção de 6 (seis) meses a 2 (dois) anos e multa” para fundamentar seu pedido, o advogado justifica “tendo em vista que a denunciante manejou de forma abusiva e temerária o instituto da “notícia de inelegibilidade”.

A Justiça Eleitoral vai processar os pedidos de ambas as partes e ouvir as testemunhas antes de decidir. O processo tramita sob o número 0600567-33.2022.6.17.000.

Piso da Enfermagem é o pano de fundo da briga

Ato em defesa do Piso Nacional – Foto: Emanuele Rodrigues

Ludmila liderou as manifestações pela aprovação do piso salarial nacional da enfermagem. Durante as mobilizações, ocupava o cargo de presidente do sindicato da categoria. Atualmente, licenciada tem atuado junto ao sindicato e às entidades da enfermagem para que o piso seja implementado.

Entenda o caso

Renata de Miranda Correia, que ocupa cargo de confiança na gestão do PSB, na Secretaria de Saúde da Prefeitura do Recife. Mais precisamente, como diretora geral da Policlínica e Maternidade Professor Barros Lima, entrou com um pedido de impugnação da candidatura a deputada federal da líder da categoria, Ludmila Outtes.

A mesma Renata Correia foi denunciada pelo conjunto dos enfermeiros sob a sua coordenação por assédio moral. O Sindicato recebeu a denúncia e atuou para que as providências fossem tomadas. Vale ressaltar que a gestora assediadora, além de ser cargo de confiança do Prefeito João Campos (PSB), o advogado que assina o processo é o mesmo de alguns candidatos que estão na disputa eleitoral ao mesmo cargo pelo MDB e PSB.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes