UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

terça-feira, 6 de dezembro de 2022

“Uma grande organização criminosa por trás”, afirma procurador sobre atos fascistas

Bandos fascistas fazem parte de organização criminosa nacional, aponta Ministério Público. Empresários estariam financiando protestos para tentar dar golpe no Brasil. É preciso lutar pela prisão e condenação dos criminosos fascistas.

Redação


BRASIL – Após uma reunião com o ministro Alexandre de Moraes, do TSE, o procurador-geral de Justiça de São Paulo, Mario Luiz Sarrubbo, declarou a jornalistas que existe uma grande organização criminosa por trás dos atos golpistas de fascistas nas estradas e quartéis.

O procurador paulista foi junto com procuradores do Espírito Santo e Santa Catarina na reunião com Moraes. As investigações do Ministério Público tem apontado para uma vasta rede de financiamento dos atos fascistas. Esta rede seria alimentada por empresários golpistas, que além de dar dinheiro para o movimento, também estariam organizando boicotes contra comerciantes que votaram em Lula.

“Há uma grande organização criminosa com funções pré-definidas, financiadores, arrecadadores, como é de conhecimento público. Tem vários números de Pix. Agora, temos que estabelecer quem exerce qual função “, declarou Sarrubo.

Manifestações fascistas adotam métodos do nazismo

Desde o fim das eleições, em 30 de outubro, a família Bolsonaro vem mobilizando bandos fascistas para tentar aterrorizar a população. No último dia 3, um bando de fascistas agrediu estudantes dentro de um ônibus em Jundiaí (SP). Os jovens fizeram gestos em apoio ao presidente eleito Lula para contrapor a manifestação fascista.

Em Casca, norte do Rio Grande do Sul, comerciantes fascistas estão propondo marcar o comércio e casa de eleitores de Lula com uma estrela vermelha. A proposta é parecida com a que os nazistas usavam para marcar judeus na Alemanha da década de 1930.

Em São Miguel do Oeste (SC), militantes fascistas em frente a um quartel fizeram a saudação nazista (conhecida como Sieg Heil) enquanto cantavam o Hino Nacional.

É preciso prender e condenar os bandos fascistas

Desde o início das manifestações está evidente que existe muito financiamento por trás. Caminhoneiros estão sendo pagos para não trabalhar, comida de luxo é distribuída em acampamentos em frente a quartéis, entre outras provas.

É preciso mais do que apenas a ação da justiça. Combater o fascismo e o nazismo apoiado por Bolsonaro é tarefa de toda sociedade, principalmente o povo explorado. Ocupar as ruas é uma necessidade para barrar os atos golpistas, prender esses criminosos e garantir a manutenção da democracia no Brasil.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes