UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2023

Com medo de ser preso, Bolsonaro foge para os EUA

Acaba de ser confirmada a fuga de Bolsonaro para os Estados Unidos. Às vésperas do fim de seu mandato, o ex-capitão foge com medo de responder perante a Justiça por todos os seus crimes.

Da Redação


BRASIL – Após 3 anos e 364 dias servindo aos interesses do grande capital contra a classe trabalhadora e o povo pobre do Brasil, o fascista Jair Bolsonaro acaba de fugir do país. Sua gestão como Presidente da República foi marcada pela destruição do meio ambiente e do patrimônio público nacional, pelo fim da aposentadoria, pelo aumento da fome, pelo maior arrocho salarial dos últimos 30 anos, pela corrupção institucionalizada via Orçamento Secreto e pela morte de 693.783 pessoas na pandemia de covid-19.

A fuga de Bolsonaro para os Estados Unidos, que acontece às vésperas do fim de seu mandato, deve-se ao medo do ex-capitão de responder perante a Justiça por todos os seus crimes. De fato, nesta semana, a Polícia Federal pediu ao Supremo Tribunal Federal o indiciamento de Bolsonaro por dizer ao longo da pandemia que vacinas contra a covid causavam AIDS.

Porém, esse é apenas um dos vários crimes cometidos por ele nos últimos quatro anos. Inúmeras ações penais no STF acusam Bolsonaro de corrupção, prevaricação, epidemia, crimes contra a Humanidade, charlatanismo, crimes contra o Estado Democrático de Direito, etc., etc. Se a justiça for feita, o presidente fujão passará o resto da vida na cadeia.

Bolsonaro é o primeiro presidente do Brasil a fugir para não ser preso

Em 133 anos de República, nenhum presidente havia fugido do país ainda no exercício do cargo. O Brasil já teve presidentes que morreram de doença, se suicidaram, renunciaram ou foram depostos por golpes militares, mas um presidente fugitivo é a primeira vez.

Nem a dignidade de se pronunciar ao povo brasileiro sobre os motivos de deixar o cargo dessa forma Bolsonaro foi capaz de ter. Isso não é nenhuma surpresa, afinal dignidade, caráter e honra são qualidades morais que o ex-capitão expulso do Exército jamais possuiu. Ao sair do poder vergonhosamente, ele entra para a história da mesma forma que seus ídolos fascistas Hitler e Mussolini.

A posse do presidente eleito Lula está confirmada para este domingo (1) e não terá Bolsonaro passando a faixa presidencial, como esperado. O governo de transição declarou que será surpresa quem passará a faixa na posse.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes