UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

terça-feira, 23 de julho de 2024

Estudantes da Unifesp-ZL lançam campanha em defesa do Campus e do RU

Estudantes e membros do Centro Acadêmico da Geografia ocuparam a câmara dos vereadores do município de São Paulo a fim de obter apoio parlamentar para o Campus da Zona Leste da UNIFESP.

Giovanna D’Amaral | Estudante e diretora do CAGEO


SÃO PAULOO campus que é fruto de lutas históricas de movimentos sociais do bairro e do falecido padre Ticão funciona desde 2017 com cursos de pós-graduação e, desde 2020, com o curso de Geografia. Apesar de mais 5 cursos serem aprovados no Ministério da Educação, somente geografia foi de fato implantado.

Contudo, as condições do campus não são as melhores: alunos assistem aulas em um prédio administrativo que já não consegue mais abrigar as turmas que estão por vir. As reformas com o intuito de expandir o campus e construir o restaurante universitário estão paradas devido ao entrave nas licitações na Secretaria Municipal de Urbanismo e Licitações (SMUL).

Hoje, a principal dificuldade do campus é justamente a falta dessas licenças pois, apesar do dinheiro em caixa, as obras não podem ser retomadas sem a liberação da SMUL.

Vale ressaltar que a maior dificuldade na liberação dessas licenças é a falta de interesse do Secretário de Urbanismo e do prefeito, Ricardo Nunes. Diversas vezes a reitora da universidade, Raiane Assumpção, tentou contato com os mesmos e não obteve sucesso.

No meio disso tudo estão os estudantes que, em sua maior parte, são oriundos de territórios periféricos e sobrevivem com um mísero auxílio-alimentação de R$213,00 conquistado em junho do ano passado através de muita luta com a reitoria.

Várias propostas foram colhidas durante a visita a fim de acelerar esse processo que já se estende a mais de um ano, como a criação de uma Frente Parlamentar que tem por finalidade a implantação definitiva do campus da Unifesp Zona Leste, integrando a grade de atividades da TV Câmara.

Apesar dos avanços a luta está longe de terminar, tendo em vista que o Campus Zona Leste não possui orçamento próprio, sobrevivendo de emendas parlamentares e sendo assim continuaremos travando batalhas em prol do nosso campus.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes