UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quinta-feira, 30 de maio de 2024

Trabalhadores da educação do RN aprovam greve

Assembleia dos profissionais da educação do RN aprova greve. Pauta da categoria é a valorização profissional e a derrubada das medidas que vem precarizando a educação pública. 

Petrus Mafra | Natal


TRABALHADOR UNIDO – Hoje (03), em assembleia dos professores da rede estadual do Rio Grande do Norte deflagraram greve. A assembleia ocorreu na Escola Estadual Winston Churchill, além de aprovarem um calendário de lutas.

Com mais de 400 professoras e professores presentes na assembleia do sindicato, a posição se deu após inúmeras propostas do governo do estado. Em primeira proposta, o governo quis parcelar o piso em 18 vezes, com retroativo em 2024, rejeitada pela categoria. A nova proposta foi, em vez de pagar integralmente o piso salarial de 14,95%, propôs parcelar, novamente o reajuste, em 6,5% em maio e 7,93% em dezembro, com retroativos apenas em 2024.

Essas propostas foram amplamente rejeitadas pela categoria que está em busca de uma maior valorização, atualização do piso e em campanha salarial. Em falas, a categoria foi uníssono: a greve e o sindicato é a principal ferramenta de luta.

Durante a assembleia, a presidenta da União dos Estudantes Secundaristas Potiguares (UESP), Milenne Barbosa, realizou uma importante fala, afirmando que “os estudantes estão ao lado e na luta com os professores”. Além de reforçar a necessidade de revogação do Novo Ensino Médio.

Durante a assembleia muitos profissionais também levantaram a questão de que a luta das trabalhadoras e trabalhadores em educação no RN, deve ser construída em conjunto com toda comunidade escolar.

Outras necessidades apresentadas é a da luta pelo Piso Salarial, por uma atualização e reajuste salarial digno, pelas condições de estudo, estrutura e ensino para os alunos e professores.

Na pauta dos profissionais de educação também está incluída a revogação imediata do Novo Ensino Médio, o qual precariza ainda mais o trabalho dos professores de todo o país, sucateia a educação e as escolas de nosso estado e, as entrega para os grandes empresários da educação.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes