UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

terça-feira, 16 de abril de 2024

Arthur Lira tenta censurar ICL Notícias por fazer oposição

Presidente da Câmara entra com ação na justiça para fechar o canal do Youtube “ICL Notícias” por mostrar os casos de corrupção que o envolvem. Tentativa é mais uma forma que Lira encontrou para tentar censurar a imprensa que faz oposição a ele.

Felipe Annunziata | Redação


BRASIL – O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), entrou com uma ação para tentar censurar e fechar o canal do Youtube “ICL Notícias”. Há algumas semanas o canal vem repercutindo as denúncias feitas na imprensa dos esquemas de corrupção nos quais assessores de Lira e o próprio seriam suspeitos de participar. O ICL Notícias é ligado ao Instituto Conhecimento Liberta que reúne intelectuais, militantes, ativistas e milhares de associados.

As denúncias ganharam mais um elemento de prova quando, num programa de 6 de junho, o ICL Notícias transmitiu ao vivo uma entrevista exclusiva com a ex-esposa do deputado, Jullyene Lira. Jullyene apresentou detalhes das suspeitas que envolvem Arthur Lira desde a época que ele era deputado estadual em Alagoas. A família Lira é uma das oligarquias locais do estado nordestino pelo menos desde o fim da Ditadura Militar Fascista (1964-1985).

Todas as denúncias apresentadas pelo ICL Notícias provocaram a ira do deputado de extrema-direita que acionou a 24ª Vara Cível de Brasília contra o canal. Na ação, Lira pede uma indenização de 300 mil reais, a exclusão dos vídeos do canal no Youtube e a proibição do ICL Notícias continuar com os programas.

Na prática, Arthur Lira quer fechar um órgão de imprensa simplesmente por dar notícias que mostram seu suposto envolvimento em inúmeros casos de corrupção. Nada muito diferente das agressões que Bolsonaro fez por anos contra jornalistas e órgãos de imprensa.

O ICL Notícias conta, nos seus quadros, com Eduardo Moreira que afirmou que “é inaceitável o chefe de um dos três poderes de uma República dita democrática tentar calar um canal de informações via pressão política e jurídica”. Durante o programa de hoje, os jornalistas e comentaristas do ICL também lembraram que em todos os momentos deram espaço para Lira se defender, espaço nunca utilizado pelo presidente da Câmara.

A ação de Arthur Lira motivou também um abaixo assinado de apoiadores e assinantes do canal, que pode ser acessado neste link.

O Jornal A Verdade sempre se colocará na defesa de todos os órgãos de imprensa que se pautam pelo jornalismo independente dos interesses classes dominantes e deem espaço para os movimentos populares. Deixamos aqui nossa solidariedade aos companheiros e companheiras do ICL Notícias.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes