UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quinta-feira, 29 de fevereiro de 2024

Prefeito de Natal instaura caos no sistema público de saúde

Leia também

Prefeito Álvaro Dias (Republicanos) segue agenda neoliberal de sucateamento do sistema de saúde público de Natal e de precarização das condições de vida do trabalhador da saúde.

Cid de Oliveira | Parnamirim

TRABALHADOR UNIDO – A Rede de Saúde Municipal em Natal-RN vive um período de caos e descaso que se arrasta por anos: existem péssimas condições estruturais, há falta de insumos, medicamentos, o número de profissionais não dá conta da demanda da população e, para piorar, a gestão do Prefeito Álvaro Dias (Republicanos) intensifica o desmonte das unidades de Saúde, chegando ao cúmulo de fechar no dia 13/06/2023 o Hospital Municipal Pediátrico Nivaldo Júnior, o único Hospital Pediátrico de Natal!

Parte dos equipamentos e dos servidores que trabalhavam no Hospital Pediátrico Nivaldo foram transferidos para a Maternidade Municipal Araken Irerê Pinto (antigo Hospital Municipal de Natal), porém essa realocação de longe está atendendo as necessidades das crianças que precisam de internação, já que a estrutura da Maternidade Araken já é deficitária e apresenta problemas estruturais sérios. Lá já houveram do ano passado pra cá dois princípios de incêndios, vazamento de oxigênio e até mesmo o vazamento de radiação de equipamento de raio x. O número de profissionais de Saúde que já era insuficiente está ainda mais sobrecarregado devido a essa mudança. Além disso, serão encaminhados para a Maternidade crianças com doenças respiratórias, junto com recém nascidos em uma estrutura hospitalar que já está bastante precária.

Essa prática de sucateamento que fecha unidades e gera sobrecarrega em outras já é uma marca registrada do Governo Álvaro Dias: uma gestão neoliberal que segue à risca a prática de “contenção de despesas” em detrimento do investimento público na  saúde municipal. Apesar de ser médico, Álvaro Dias trata a saúde pública de Natal com descaso e falta de escrúpulo, foi assim durante a pandemia de Covid 19, quando ele se rendeu ao negacionismo típico do Bolsonarismo e passou a distribuir em massa os “Kits Covid”, kits  contendo dois medicamentos comprovadamente ineficazes no tratamento da Covid: Ivermectina e Hidroxicloroquina.

Os servidores da saúde Municipal que sofrem na pele todo esse caos da Gestão  Álvaro Dias ainda amargam o descumprimento da lei da Data-base e da não implementação do Piso da Enfermagem, e por isso seguem em luta contra Álvaro Dias e reivindicando as melhorias nas condições de trabalho e o fim do fechamento das unidades de Saúde em Natal. Somente a luta unificada de todos os sindicatos que representam os servidores da saúde, junto com os movimentos sociais, os partidos politicos e a população organizada podem lutar pelo fortalecimento do SUS e reverter o caos na Saúde em Natal!

More articles

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos