UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

segunda-feira, 15 de abril de 2024

MOSTRANDO RESULTADOS PARA:

Salvar a economia com mortes ou com solidariedade?

A sociedade que precisamos construir é uma sociedade que construa sua Economia baseada na vida e na boa saúde  do nosso Povo e não na sua morte. Essa Economia vira da Solidariedade que só o Socialismo pode nos dar.

3º e 4º dias: programa de formação para a quarentena

Devido à atual situação em que o mundo se encontra, em meio à pandemia do Covid-19, em que a disseminação de fake news, a falta de informação tem afetado diretamente a todos, com impacto acentuado em pessoas que sofrem com crises de ansiedade e/ou de pânico. O isolamento social, que é necessário agora, acaba por piorar ainda mais esse quadro de desinformação e medo.

Irresponsável, Crivella relaxa quarentena no Rio de Janeiro

Em sintonia com o discurso irresponsável feito esta semana pelo presidente Jair Bolsonaro, o prefeito do Rio de Janeiro Marcelo Crivella (PRB) flexibilizou as normas da quarentena na cidade e anunciou que em 15 dias tudo deve “voltar ao normal”.

Alunos da Universidade Mogi das Cruzes se mobilizam contra mensalidades abusivas

Os alunos estão tendo aulas à distância por conta da pandemia do Covid-19, mesmo que estejam pagando caro por um curso presencial.

“A gente combinamos de não morrer”: um manifesto aos negros em tempos de Covid-19

“Eles tentaram nos matar, mas a gente ‘combinamos’ de não morrer”, disse Conceição Evaristo, em seu livro Olhos D’água. Esse espírito exemplifica bem a luta de nós negros pelo direito à vida da nossa raça. Nossos ancestrais foram sequestrados pelos ancestrais dos atuais brancos bilionários de seus territórios em África. Dez milhões de vidas foram jogadas dentro dos mais de nove mil navios negreiros em direção ao Brasil para impor um trabalho explorado, escravizado, compulsório e miserável… até hoje.

Apelo para resgate de brasileiros na África do Sul

Na noite de segunda (23), em declaração nacional em torno do surto do coronavírus, o presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa, declarou o bloqueio nacional de 21 dias a partir de 00h00 de hoje (26). Segundo o presidente, é “medida decisiva para salvar milhões de sul-africanos da infecção e salvar a vida de centenas de milhares de pessoas”, contra o vírus que “infectou mais de um quarto de milhão de pessoas em todo o mundo”.

Coronavírus: profissionais da saúde relatam descaso

Eles estão na primeira linha de frente contra a guerra à pandemia do COVID-19. São enfermeiros(as), médicos(as), técnicos de enfermagem, demais funcionários dessas instituições, que se apresentam como possíveis vítimas de contaminação pelo coronavírus. Em todo o país, trabalhadoras e trabalhadores da saúde denunciam a falta de Equipamentos de Proteção Individuais (EPI) e o descaso com a saúde, que começou antes da pandemia do novo coronavírus.

Governos fascistas condenam milhares à morte

Todos ficaram enraivecidos com o discurso do presidente fascista Jair Bolsonaro propagado ontem por emissoras e rádios burguesas. Contrariando todas as orientações internacionais, Bolsonaro mostrou, novamente, a quem serve, como um bom cachorro obediente aos ditames da elite econômica do país e do mundo.

Diaristas e desempregadas ficam sem renda em meio à pandemia

Uma parte dos empregadores estão dispensando seus funcionários como medida de emergência, mantendo-os em casa para evitar a circulação e diminuir as chances de contaminação através do vírus. Com isso, não podem descontar dias não trabalhados e nem os demitir. As escolas cancelam as aulas e ficarão fechadas por período ainda indeterminado. Mas quem garante a sobrevivência das mães e pais que trabalham por conta própria? Quem pensa na saúde dessas pessoas?

Novidades