UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

segunda-feira, 8 de agosto de 2022

No Peru, candidata da direita derrotada tenta dar golpe

LUTA CONTRA O GOLPE – Partidários do candidato Pedro Castillo reunidos no centro de Lima, na quarta (9). Foto: Luka Gonzales / AFP

Resultado final da apuração das eleições presidenciais no Peru saiu na última terça (15). A apuração confirmou a vitória de Pedro Castillo, o candidato de esquerda. A candidata de extrema-direita derrotada, Keiko Fujimori, tenta organizar um golpe para impedir a posse do presidente eleito. Milhares de pessoas marcham a Lima contra tapetão eleitoral.

Felipe Annunziata | Redação Rio

INTERNACIONAL – Nesta terça (15), o Escritório Nacional de Processos Eleitorais do Peru (ONPE, sigla em espanhol) terminou a longa apuração dos votos do 2º turno para presidente do país. Com 50,125% dos votos, o candidato de esquerda Pedro Castillo saiu vitorioso contra a candidata fascista Keiko Fujimori, filha do ex-ditador Alberto Fujimori.

Para atrasar a proclamação oficial dos resultados pelo Júri Nacional de Eleições, a candidata Fujimori entrou com pedidos de impugnação de centenas de milhares de votos, numa tentativa de reverter a vantagem de Castillo. O plano dos partidários de Keiko é atrasar ao máximo a proclamação dos resultados para tentar um golpe no Congresso e convocar novas eleições, segundo o jornal El País.

Indígenas, camponeses e trabalhadores marcham a Lima para barrar o golpe

Para barrar a tentativa golpista, milhares de camponeses, indígenas e trabalhadores do interior do Peru marcharam em direção a capital Lima. O temor dessas populações é que um golpe liderado por Keiko possa levar a um governo de caráter racista e fascista.

Em maio, Keiko Fujimori defendeu abertamente a esterilização forçada de mulheres realizada durante o governo de seu pai. Na ocasião ela declarou que se tratavam de um “plano de planejamento familiar”.

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes