TwitterFacebook

Prefeitura de Duque de Caxias (RJ) desobriga uso de máscaras

RISCO. Medida aumentará exposição da população ao Covid-19 (Foto: Reprodução)

Decreto assinado pelo prefeito Washington Reis (MDB), nesta terça-feira (5), deixa desobrigado o uso de máscaras de proteção contra a Covid-19 em locais fechados e abertos da cidade. A decisão representa um ataque à vida dos moradores, principalmente os mais vulneráveis, permitindo a infecção em massa da população.

Igor Barradas | Redação Rio


RIO DE JANEIRO – Duque de Caxias possui pouco mais de 900 mil habitantes e acumula mais de 25 mil casos confirmados da Covid-19. Apesar disso, a prefeitura de Duque de Caxias emitiu, nesta terça-feira, um decreto desobrigando moradores a utilizarem máscaras faciais que os protejam da pandemia.

A cidade se torna, portanto, a primeira do país a derrubar a obrigatoriedade do equipamento de proteção. Duque de Caxias é o município mais populoso da Baixada Fluminense e o terceiro mais populoso do estado.

De acordo com o decreto, não seria mais necessária a prevenção contra o vírus devido ao “alto número de pessoas vacinadas contra o novo coronavírus (Covid-19) no município”.

Ao invés de incentivar a prevenção contra a pandemia através da distribuição de máscaras e álcool em gel, a prefeitura ataca a segurança sanitária do município. A verdade é que a desobrigação do uso de máscaras é um ataque contra a saúde dos moradores da cidade, principalmente de bairros pobres e periféricos.  

Moradores de Caxias denunciam desorganização da Prefeitura e longas filas de vacinação

Desorganização no calendário de vacinação, mudanças de público-alvo em cima da hora e longas filas em diversos postos da cidade marcam o período de imunização em Duque de Caxias. 

Logo no primeiro dia de imunização de pessoas com mais de 60 anos, a cidade chegou a registrar 7 quilômetros de filas. Inúmeras pessoas foram vistas dormindo na frente dos postos de saúde, para receber o imunizante. 

Ao descumprir as determinações do Programa Nacional de Imunizações (PNI), a 1ª Vara Cível de Duque de Caxias pediu o bloqueio de contas do prefeito Washington Reis. O prefeito também teve que pagar multa por provocações de aglomerações pela cidade.

A política do município segue a mesma linha fascista do governo federal, que desde o início da pandemia vem promovendo uma campanha anti-vacina pelo Brasil. Somente uma vacinação massiva, seguida do uso de máscaras, para prevenção, pode garantir uma proteção maior à população.

Print Friendly, PDF & Email
classic-editor-remember:
classic-editor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Jornais Internacionais

Páginas

Categorias

Especial

Links

Movimentos Sociais e Organizações

%d blogueiros gostam disto: