UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

terça-feira, 27 de fevereiro de 2024

Milhares de pessoas saem às ruas contra corte de verbas na educação e o governo Bolsonaro

Leia também

Manifestações em defesa da educação pública e contra Bolsonaro ocorrem em todo país. Atos foram chamados por entidades estudantis e sindicatos. Mobilização mostra a política de destruição do governo na área da educação.

Da Redação


BRASIL – Hoje (18), milhares de pessoas saíram às ruas contra os cortes na educação e o governo Bolsonaro em dezenas de cidades pelo Brasil. As manifestações foram convocadas por entidades estudantis e sindicatos de profissionais da educação.

No início de outubro, o governo Bolsonaro cortou 1 bilhão de reais do orçamento das universidades e institutos federais. O confisco da verba ameaça paralisar o funcionamento das instituições pois faltará dinheiro para pagar as contas básicas e os trabalhadores terceirizados.

No Rio de Janeiro, milhares de pessoas se manifestaram no Centro. O ato contou com a presença do ex-candidato à presidência Leo Péricles (UP).

“Esta manifestação é fundamental para a derrota do fascismo nas urnas no dia 30 e principalmente nas ruas. Bolsonaro e sua gangue de milicianos tentam dominar as ruas para tentar impor um golpe no nosso país. Por isso, é fundamental irmos às ruas para acabar com o fascismo no Brasil.”, afirmou Péricles.

Isis Mustafá, diretora da UNE, discursa no ato ocorrido em São Paulo hoje (18). Foto: Victor Bravo

Atos aconteceram em diversas cidades

Em São Paulo, os manifestantes se reuniram na Av. Paulista e mostraram indignação contra os cortes na educação e pediram o fim do governo. “Queremos o fim desse governo negacionista que está há 4 anos tentando destruir a educação pública”, afirmou Isis Mustafá, diretora da União Nacional dos Estudantes, presente no ato em SP.

No Nordeste, houve manifestações em Recife, Natal, Salvador, Fortaleza, Petrolina e em várias outras cidades. No Sul, os atos aconteceram em Porto Alegre, Florianópolis e Curitiba, além de cidades do interior. Também tiveram mobilizações em Brasília, Goiânia e outras cidades do Centro-Oeste.

Para a Coordenadora Geral da Federação Nacional dos Estudantes do Ensino Técnico (FENET), presente no ato em São Paulo, a mobilização de hoje “mostrou que é possível barrar os retrocessos e garantir o direito à educação pública, gratuita e de qualidade. Mas só conseguiremos avançar de vez nessa pauta quando derrotarmos o fascismo e Bolsonaro.”

Manifestação em Florianópolis reuniu milhares de pessoas. Foto: Carol Carneiro e Whell
Mobilização dos estudantes em Petrolina (PE). Foto: Jornal A Verdade
Ato reuniu milhares de pessoas na capital gaúcha. Foto: Diogo Zanatta
Em Natal, o ato se concentrou em frente ao Shopping Midway Mall. Foto: @lauratonks25/Jornal A Verdade
Manifestação na capital baiana reuniu estudantes e profissionais da educação. Foto: Jornal A Verdade

 

More articles

  1. HELP HELP: Vamos acabar com estes fascistas de desgoverno que é o Tarcísio e principalmente o RENATO FEDER (ricão queria mudar para Pinheiros com a justificativa que o prédio Caetano de Campos estava caindo – mentira os bombeiros e a defesa civil desmentiram – só está necessitando de reforma que desde o Rossieli não o fez), agora estão implantando a pior educação do mundo em SP trazendo o modelo do Paraná, denuncio aqui que este Secretário junto com o Governador (não sabia nem onde ficava a Praça da Sé) estão por mudar radicalmente toda a estrutura da Educação de SP, está prestes para ser publicado a nova reestruturação (corre tudo em segredo) e os cargos comissionados também irá ter grandes mudanças com extinção e criação de novos cargos, sendo que toda semana tem nomeações em comissão para pessoas que vem do Paraná, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Distrito Federal tudo apadrinhados destes políticos empresários sem vergonha, e não tem nenhum interesse em investir em Concursos Públicos porque sabe que as pessoas efetivas denuncia suas falcatruas, já os comissionados tem que fazer o que ele manda mesmo estando errado ou venha dá problema lá na frente e é o que estamos vendo a educação indo pro espaço.
    E digo mais uma coisa, apesar que tem muita coisa erradas lá, uma dessas é a contração de diversos Consultores pagando uma grana tremenda (ao qual eu levaria uns 3 anos trabalhando para ter o que eles recebem), tudo isso dizem que é para mapear a nossa rede e entender como funciona, pois não entendem nada e estão desesperados para mudar toda a nossa estrutura, ao qual ainda só não conseguiu porque tem diversas legislações regulamentando, porque se não fosse isso já estaria destruída e aí já ia querer privatizar para levar bilhões de reais para eles.
    Denuncio aqui para que vocês saibam que tem vários coordenadores de coordenadorias e diretores sem experiência nenhuma vindo de outros estado PR, RJ, MG e DF que ingressaram derrubando pessoas de carreira que atuava na rede há anos, pessoas essas que nunca atuaram na rede entram ganhando uma fortuna sem saber nada e os servidores que se lasquem que tem resolver os maiores problemas, sendo que antes quem resolvia em conjunto era os superiores, agora os servidores trabalham igual camelo e essas pessoas apenas assina, se tiver errado a responsabilidade recai nos servidores e não mais nos superiores que deveria ser os responsáveis pois é eles que deveriam ter todo o conhecimento e não culpar o servidor e sim orientar e ensinar.
    Chega, tem muita coisa errada que não dá para expor aqui, mas não vamos deixar barato, vamos tirar fora este governo, vamos denunciar estes fascistas que só pensam neles.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos