UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

sábado, 3 de dezembro de 2022

MOSTRANDO RESULTADOS PARA:

Cuba é o segundo país que mais vacinou contra a Covid-19 no mundo

83,4% dos cubanos têm o esquema completo de imunização contra o Covid-19. A ilha socialista é líder da América Latina em vacinação e fica...

2º turno no Equador: só o povo salva o povo

Os povos do Equador converteram o voto nulo nessas eleições na bandeira dos indignados, numa expressão de protesto contra a crise econômica, a fome e o desemprego. A luta continua.

EUA planejam intervenção militar na Venezuela

Para o PCMLV, avanços os planos do imperialismo de intervir militarmente na Venezuela. "É preciso aprofundar a campanha nacional e internacional de respaldo ao povo venezuelano, preparando as condições para pôr em prática uma ação revolucionária com todas as formas de luta possíveis", defende o partido em nota.

EUA e Colômbia querem impor cerco militar à Venezuela

O ano de 2022 será um ano decisivo para a Venezuela em virtude da ofensiva político-militar planejada pelo presidente dos EUA, Joe Biden, com apoio do governo colombiano.  

Golpistas são presos na Bolívia

Entre os presos estão a ex-presidente golpista Jeanine Añez, o Almirante Flavio Arce San Martín e os ex-ministros Álvaro Coimbra (Justiça) e Álvaro Guzmán (Energia). Maioria da população recebeu com entusiasmo a notícia das prisões, que servem de exemplo de como devem ser tratados os golpistas na América Latina.

Paraguaios pedem renúncia do presidente por má gestão da pandemia

População paraguaia foi às ruas pedir a saída do presidente Mario Abdo Benítez, tido como principal responsável pelo aprofundamento da crise sanitária e pelo colapso da saúde por conta da pandemia. País recebeu apenas 4 mil doses de vacina para uma população de mais de 7 milhões de habitantes.

Senadores dos EUA pedem fim do bloqueio a Cuba

Documento pedindo a aprovação do Projeto de Lei será entregue nas embaixadas e consulados dos EUA em toda a América Latina nesta semana

Maradona sempre defendeu os oprimidos

Sua identidade latino-americana aproximou o craque de diversos líderes e governos progressistas no continente, em especial de Fidel Castro e Hugo Chávez. Ele sempre se manteve identificado com nosso continente. Foram inúmeras as visitas a Cuba e os registros com o comandante da Revolução. Em 1987, Maradona visitou Havana e conheceu Fidel pessoalmente. Diego sempre sustentou que Fidel era um segundo pai para ele e condenou as posturas hostis dos governos estadunidenses contra a Revolução Cubana.

Cuba comemora o 62° aniversário da revolução realizando profundas mudanças econômicas

Maior liberdade para a circulação do dólar, incentivo à produção privada e diminuição das subvenções públicas são algumas das medidas do governo do presidente...

Venezuela à beira de um ataque imperialista dos EUA

Numa clara demonstração de desespero eleitoral, o governo Trump prepara um ataque militar a Venezuela sob o pretexto de “devolver a democracia ao país”. Para justificar tal posição, Trump, sem comprovação alguma, acusa o governo Maduro de ser ligado ao narcotráfico, ao terrorismo e ser um risco à segurança da região.

No Equador e no Chile, protestos tomam as ruas contra a crise e o desemprego

A soma de pandemia, crise econômica e governos neoliberais de extrema direita coloca um horizonte de mais ataques e exploração aos trabalhadores em toda a América Latina, que já começam a responder com mobilizações nas ruas de várias cidades do continente.

Novidades