UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

segunda-feira, 15 de agosto de 2022

MOSTRANDO RESULTADOS PARA:

“Saúde tem Cura”, novo filme de Silvio Tendler, estreia dia 8 de junho

O filme, realizado em parceria com o Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (Cebes) e com apoio da Fio Cruz, será lançado no canal de Youtube da produtora cinematográfica Caliban e ficará disponível gratuitamente ao público.

Cinedebate sobre filme Marighella em São Pedro da Aldeia (RJ)

Na última sexta-feira (19), foi realizada a exibição do filme Marighella, obra de estreia do ator Wagner Moura como diretor. O evento aconteceu no cinema municipal e foi promovido pelo Movimento Negro Perifa Zumbi em parceria com a União da Juventude Rebelião, além de contar com a presença de militantes de outros movimentos sociais e moradores da Região dos Lagos.

Opinião | “Precisamos falar de Karli”

A farsa é o anúncio de que amanhã vai ser melhor se mudarmos o necessário sem que se mude o fundamental. Entenda-se que Sam não está falando de um mundo pós-invasão alienígena, mas fala para nós sobre um mundo pós-covid.

Os zumbis politizados de George Romero

Hoje em dia, os zumbis estão presentes de muitas formas na cultura pop que a juventude consome diariamente através da TV, dos videogames e dos livros. No entanto, toda essa onda começou lá em 1968, quando o diretor independente George A. Romero iniciou sua trilogia clássica sobre as criaturas com o filme “A Noite dos Mortos-Vivos”, usando os zumbis como metáfora pra criticar a sociedade americana, o racismo, o consumismo e inúmeras outras questões sociais que poucos tinham coragem de tratar naquela época. Assistir aos filmes de George A. Romero, além do entretenimento com boas histórias contadas com um baixíssimo orçamento, é também um estudo sobre diversas mazelas que o capitalismo submete o povo, às vezes nos convertendo em verdadeiros mortos-vivos.

A presença de Chadwick Boseman segue na luta antirracista

Boseman era um homem negro trabalhando doente pra aproveitar boas oportunidades que surgiram para gerar suporte e novas possibilidades para sua família. Busca de dignidade, vida confortável e de deixar legado. A fama e a grana não o eximiu da luta como homem negro "comum".

Alienação e estranhamento do trabalho na obra de Marx

Em seus escritos, Marx aponta o trabalho como “fator distintivo” entre a humanidade e os animais; o que daria seu caráter “humano” seria a capacidade da sociedade de iniciar a “produção dos seus meios de vida”. Apesar de os animais também produzir meios de subsistências, o faz de maneira instintiva, imediata, “unilateralmente”, com interesses fixos; o homem, por sua vez, produz “universalmente”, pois envolve consciência, comportamentos e interesses, que transformam as necessidades ao mesmo tempo que as sempre.

MLB promove mostra de cinema online sobre a luta por moradia

LONA: Mostra Cinemas e Territórios é uma mostra-plataforma online realizada pelo Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB), que irá a reunir obras que tematizam e atravessam questões ligadas à luta pela terra nas cidades, no campo e nos contextos indígena e quilombola. Serão 23 filmes selecionados (entre curtas e longas), além de outras 18 produções que irão compor a mostra-acervo do MLB e que ficarão disponíveis permanentemente na plataforma da mostra.

Lançamento do filme “Minha Fortaleza: Os Filhos De Fulano” – um retrato da quebrada criada por mães solo

Vila Flávia, periferia de São Paulo. Os muros grafitados imprimem um ícone soberano: a mãe negra protegendo os filhos. Três famílias marcadas pela ausência de pai: Nêgo leva tatuado no peito o retrato de D Edith. Fernando tatuou uma Virgem Maria nas costas em homenagem à mãe, D. Vera. Barão cumpre pena há 8 anos e amarga a dor de fazer sofrer D. Fatima. Em lares sem pai, na quebrada esquecida pelo estado, a mãe solitária adquire aura de santa guerreira.

Os Currais retrata campos de concentração durante a seca de 1932

A 29ª edição do Festival de Cinema Internacional, ocorrida em Fortaleza, exibiu 48 filmes, entre curtas e longas-metragens, e teve um público total de...

“Bacurau” é um convite à resistência popular contra o fascismo

“A esperança que nos resta é que os brasileiros do futuro sejam como os filhos de Dona Carmelita: tenham Bacurau dentro de si e...

Novidades