UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

segunda-feira, 22 de julho de 2024

MOSTRANDO RESULTADOS PARA:

No coração da Amazônia, Manaus não consegue atender vítimas da Covid-19

Os mais de 2 milhões de habitantes da cidade de Manaus, no norte do Brasil, vivem um verdadeiro clima de terror frente aos efeitos do coronavírus na população; faltam oxigênio e leitos em quase todo sistema de saúde.

Subinspetor da GCM de São Bernardo do Campo defende supremacia branca

“Nos vídeos que estão circulando nas redes sociais, é possível ver o servidor cometendo diversos crimes, dentre eles lesão corporal, ameaça e abuso de poder. No entanto, até então não tinha vindo à tona que o sub inspetor da GCM de São Bernardo defende abertamente a supremacia branca.”

Depressão associada ao aumento do fascismo

A obra “A Psicologia de Massas do Fascismo” de Reich foi escrito na década de 1930, quando o fascismo estava ascendendo na Alemanha, o autor traz vários exemplos em panfletos e cartazes nazistas mostrando como eles trabalhavam a sua campanha em cima de pautas morais. É interessante ressaltar que os nazistas eram contra o aborto, e a favor do ato sexual apenas após o casamento. Com isso exposto, é extremamente prático notar a relação umbilical entre a extrema direita de Bolsonaro com Nazismo de Hitler.

Hipócrita, Eduardo Bolsonaro quer criminalizar o comunismo

Tudo de que Eduardo Bolsonaro acusa os comunistas: autoritarismo, genocídio, prisões em massa e imposição da miséria e da fome são na realidade bandeiras de sua própria família e classe, a burguesia.

Os Subterrâneos da Liberdade

Por tudo isso e por vários outros motivos, torna-se indispensável essa leitura por parte da nossa militância. As classes se movimentam cada vez mais bruscamente em nossa atual conjuntura. O presidente da república, o ex-capitão Jair Bolsonaro, é um fascista e por trás dele, as mesmas forças armadas que dirigiram todos os Estados de Exceção que subjugaram nosso país no decorrer de nossa história.

O papel da juventude na luta antifascista

Eles têm o poder econômico, político e militar, mas não estão com o povo e não possuem o apoio do povo. Portanto, devemos acelerar a construção da Unidade Popular, unir e mobilizar a juventude nas periferias, nos locais de trabalho, nas universidades e nas escolas, para lutar pelos seus direitos, ocupar as ruas pelo "Fora Bolsonaro, Impeachment Já! Por um governo popular!" e fortalecer a solidariedade aos setores mais vulneráveis do povo brasileiro.

Mural sobre a luta do povo negro é destruído em Natal

A cidade recebera uma nova obra, o mural localizado na Av. Deodoro da Fonseca que homenageava luta do povo negro contra o racismo e o fascismo. Artistas potiguares tinham inaugurado o mural no último final de semana, a obra além de falar de personalidades negras, como Malcom X e Marielle Franco, denunciava também as vítimas do genocídio que sofre o povo negro, como João Pedro, jovem de 14 anos morto dentro de casa.

Padre Henrique: herói dos trabalhadores brasileiros

Há 51 anos atrás, no dia 27 de Maio de 1969, Antônio Henrique Pereira Neto, conhecido popularmente como Padre Henrique, era torturado e assassinado covardemente pela ditadura fascista brasileira no matagal da Cidade Universitária, onde ironicamente se encontra o Colégio Militar do Recife atualmente, no estado de Pernambuco.

O que está por trás da recriação do Ministério das Comunicações

O presidente Jair Bolsonaro, mais uma vez visando agradar a certos setores da burguesia nacional e manter funcionando seu esquema de controle das informações típico de regimes autoritários fascistas, recriou por meio de medida provisória o Ministério das Comunicações, que havia sido extinto pelo seu antecessor, o golpista Michel Temer. Na gestão de Temer, o ministério foi diluído com outros, formando o MCTIC (Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações).

O necessário enfrentamento ao fascismo

Existe entre muitos companheiros da esquerda e de setores da pequena burguesia medo da atual ameaça fascista. Encaram e consideram essas ameaças golpistas exatamente como os fascistas querem: como uma coisa que já está definida, restando apenas um pretexto para acontecer. Pecam, dessa forma, por não confiar nas massas para enfrentar e derrotar o fascismo.

O que é preciso para ser um antifascista?

Uma confusão muito comum entre os próprios setores da esquerda é achar que para ser antifascista é preciso também ser revolucionário. Acontece que todo revolucionário é necessariamente antifascista, mas nem todo antifascista é um revolucionário.

Novidades