UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

sábado, 28 de janeiro de 2023

As Malvinas são argentinas! Fora imperialistas!

Embaixada do Reino Unido no Brasil lança concurso para estudantes viajarem às Ilhas Malvinas, ocupadas militarmente pelo imperialismo britânico desde a guerra de 1982. Argentinos veem iniciativa como provocação e exigem reconhecimento da soberania sobre o território.

Da Redação


INTERNACIONAL – No último dia 17/08, a embaixada britânica no Brasil lançou um concurso dirigido a estudantes brasileiros que tem como prêmio uma viagem às Ilhas Malvinas. A iniciativa, que já foi realizada em anos anteriores, é vista por movimentos sociais argentinos como uma provocação do imperialismo britânico, uma vez que as Ilhas Malvinas, que pertencem por direito à Argentina, estão ocupada militarmente pelo Reino Unido desde a guerra de 1982.

Além do Brasil, o concurso também está sendo promovido na Argentina, Chile e Uruguai. “Repudiamos esta convocatória que é uma provocação da parte do colonialismo inglês a nosso país, aos heróis das Malvinas e desrespeita nossa soberania. Seguimos lutando pela plena soberania das Ilhas Malvinas e das ilhas do Atlântico Sul, denunciando a usurpação britânica e a base militar da OTAN que existe naquele território”, afirmou em nota a Corrente Estudantil Popular Anti-imperialista (CEPA), da Argentina.

Para eles, “a presença inglesa em nossos territórios é uma ameaça que busca ser legitimada com este tipo de ‘concurso’. Isso ocorre num momento em que as potências imperialistas lutam pela repartição de territórios e riquezas, levando o mundo à beira de uma nova guerra mundial”.

Malvinas argentinas

A guerra das Malvinas (1982) mobilizou todo o povo argentino, que derramou seu sangue para defender as ilhas. Milhares de jovens combatentes enfrentaram com armas em mãos a agressão imperialista. Ao todo 648 argentinos perderam suas vidas no confronto, que também serviu para desenvolver a consciência anti-imperialista da classe trabalhadora do país e acelerar o processo de derrubada da ditadura militar.

Ainda hoje há um forte sentimento patriótico na Argentina em torno das Malvinas e a luta pelo reconhecimento da soberania sobre as ilhas é um importante fator de mobilização social no país.

Essa provocação cínica da embaixada do Reino Unido deve ser prontamente repudiada e denunciada entre a juventude brasileira para que não endosse o imperialismo em seus planos de controlar nossos territórios e oprimir nossos povos. As Malvinas são argentinas!

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes