UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2023

CIA apontou risco de golpe militar no dia 8/01

CIA alertou governo Biden sobre chance de golpe de estado no dia 8, aponta jornalista. Provas de envolvimento de militares tem crescido nos últimos dias.

Felipe Annunziata | Rio de Janeiro


BRASIL – Segundo o jornalista Renato Souza, do portal R7, no dia do ataque fascista à Brasília, a CIA alertou ao governo estadunidense da chance de golpe militar naquele dia (8/01). A informação teria sido confirmada por fontes no governo federal do Brasil e autoridades diplomáticas aqui e nos EUA.

Os EUA mantém a décadas uma forte cooperação militar com as forças armadas brasileiras. É por meio dessa cooperação que o imperialismo norte-americano tenta manter sob o controle dos seus interesses os militares brasileiros.

No ano passado, o Congresso dos EUA aprovou uma resolução que dizia que se houvesse qualquer golpe o governo estadunidense teria que romper essa cooperação e relação comerciais com nosso país. A medida foi entendida como uma forma do Partido Democrata se resguardar no caso de Bolsonaro tentar um golpe, já que a permanência do fascista poderia ajudar o fascista do Partido Republicano, Donald Trump, nas eleições de 2024 naquele país.

Decreto golpista e depoimentos de presos incriminam militares

O evidente envolvimento de militares, especialmente generais e altos oficiais, vem sendo comprovado nos últimos dias. Já no dia 9, a Polícia Federal encontrou uma proposta de decreta que estabelecia um “Estado de Defesa” no TSE. O documento foi achado na casa do ex-ministro da justiça de Bolsonaro, Anderson Torres.

Na proposta de decreto o então governo Bolsonaro imporia uma intervenção no Poder Judiciário e mudaria o resultado da eleição. Isto se daria pela constituição de uma “Comissão de Regularidade Eleitoral”, que teria 17 pessoas, sendo ao menos 8 militares. Na prática se imporia uma junta militar na justiça eleitoral do Brasil.

Outros elementos de prova vem surgindo desde o início das investigações. Em depoimento à Polícia Federal, o ex-comandante geral da PMDF Fábio Augusto, afirmou que em dezembro os policiais tentaram desalojar o acampamento golpista em frente ao QG do Exército, mas foram impedidos pelas forças armadas. Fábio Augusto está preso desde a semana passada por suspeita de omissão e conivência com os ataques fascistas.

Vários depoimentos dos fascistas presos ao longo da semana passada corroboram este relato. Alguns depoimentos chegam a dizer que militares do exército deixaram os vândalos golpistas entrarem no Palácio do Planalto.

Prisão dos generais fascista é urgente

É impossível os fascistas terem feito o que fizeram em Brasília não fosse o apoio das forças armadas. Desde novembro que generais, almirantes e brigadeiros consentem com os acampamentos dos criminosos ao lado de quartéis de todo país.

É preciso fazer uma ampla faxina das forças militares. Demitindo, processando e prendendo altos oficiais golpistas e mudando radicalmente a formação dos militares.

Até hoje os militares são ensinados que o golpe de 1964 é uma revolução e que a Ditadura Militar Fascista foi boa para o Brasil. São treinados dia e noite a odiarem as organizações populares e ser contra os direitos do povo trabalhador. É preciso dar um basta nisso. Não pode haver conciliação com militares golpistas e fascistas.

Outros Artigos

1 COMENTÁRIO

  1. Temos de punir estes oficiais das forças armadas, eles estão defendendo abertamente os interesses dos banqueiros e capitalistas internacionais através de um golpe, as aproximações sucessivas, como dizem em publico alguns generais!

  2. TODO MILITAR GOLPISTA DO EB TEM QUE SER ENQUADRADO NO DECRETO FEDERAL Nº 4.346, DE 26 DE AGOSTO DE 2002, Regulamento Disciplinar do Exército Brasileiro, nos termos do Artigo 15, Anexo I, PRINCIPALMENTE NOS INCISOS 1, 3, 7, 8, 9, 11, 12, 20, 24, 32, 40, 42, 46, 57, 85, 89, 99, 101, 103 e 113. A CORTE MARCIAL PARA ESSA GENTE!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes