UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quinta-feira, 6 de outubro de 2022

MOSTRANDO RESULTADOS PARA:

Policiais cometeram 38% dos homicídios no RJ em 2021

Dados do Instituto de Segurança Pública (ISP) revelam que de todos os homicídios cometidos no Rio de Janeiro entre janeiro e julho deste ano,...

Jovem grávida é assassinada pela PM no Rio

Um mês após a Chacina do Jacarezinho, Kathlen Romeu, de 24 anos, foi assassinada nesta terça (8). Segundo moradores, o tiro partiu de policiais...

Movimento luta por justiça contra mais um feminicídio em Cabo Frio

Na última segunda (15), Naimar Ferreira, moradora do bairro Itajuru, foi encontrada morta depois de dois dias desaparecida. Dados do último dossiê montado pelo...

75 dias sem notícias: meninos de Belford Roxo continuam desaparecidos

Familiares e amigos organizaram diversas manifestações para cobrar da polícia uma resposta sobre o caso. “A polícia não tem nenhuma pista. Vou lá quase todo dia para que o caso não caia no esquecimento. Alguém tem de me explicar como é que essas crianças sumiram assim, sem ninguém ver”, disse a avó de duas das crianças desaparecidas. 

Subinspetor da GCM de São Bernardo do Campo defende supremacia branca

“Nos vídeos que estão circulando nas redes sociais, é possível ver o servidor cometendo diversos crimes, dentre eles lesão corporal, ameaça e abuso de poder. No entanto, até então não tinha vindo à tona que o sub inspetor da GCM de São Bernardo defende abertamente a supremacia branca.”

A Impunidade no caso de Mariana Ferrer

Para que haja verdadeiramente a emancipação feminina devemos lutar contra esses sistemas que nos oprimem, porque essas lutas são indissociáveis. Devemos inserir ainda a discussão de gênero nas políticas públicas educacionais como parte dos currículos escolares e enfrentar as forças conservadoras do Brasil e do fascista Bolsonaro com toda sua corja misógina.

Pessoas negras são as principais vítimas da violência no Brasil

Em 2018, 75,7% das vítimas de homicídio no Brasil eram negras. Segundo Atlas da Violência, entre 2008 e 2018, o número de homicídios de pessoas negras no país aumentou 11,5%, enquanto entre pessoas não negras a taxa caiu 12,9%.

O Estado capitalista e o controle do trabalho de reprodução da vida

Negar o direito ao aborto é uma forma de opressão, controle e perseguição às mulheres, cujo direito ao próprio corpo ou à decisão de ter filhos é posto à mercê do Estado para a manutenção do sistema capitalista.

As heranças da ditadura militar: violência, insegurança e opressão

Por Arthur LimaMilitante da UJR - RS OPINIÃO - O Brasil em todos seus anos como república, viveu períodos marcados pelo autoritarismo. Em 31 de...

Política do genocídio: polícias do RJ mataram 1.375 pessoas em 2019

Tiroteios diários próximos a escolas e unidades de saúde, ataques por meio de helicópteros e a maior taxa de pessoas mortas pela polícia do...

Polícia Militar censura bandas no carnaval de Pernambuco

Que fique claro que enquanto eles vêm com spray de pimenta e bala de borracha, nós resistiremos com arte, cultura e muita barricada.

Novidades