UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

segunda-feira, 15 de agosto de 2022

MOSTRANDO RESULTADOS PARA:

Prefeitura gasta milhões com propaganda enquanto povo passa fome em São Bernardo

A Administração do Prefeito Orlando Morando (PSDB) na cidade de São Bernardo do Campo vai gastar R$ 137,5 milhões no novo contrato de propaganda oficial do município. Esse é o valor ao qual pode chegar o contrato de 5 anos com a empresa que vencer a licitação milionária, marcada para ser fechada no dia 8 de abril de 2021. O intuito é claro, promover a imagem pessoal e da gestão do atual Prefeito.

Ocupação Padre Leo Comissari luta contra despejo ilegal

Na madrugada do dia 21 de novembro de 2020, cerca de 200 famílias organizadas pelo Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB) ocuparam um terreno abandonado há mais de 20 anos na cidade de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, e a nomearam com o nome de Padre Leo Comissari, em homenagem ao famoso padre que durante anos construiu um grande trabalho de organização e assistência às famílias carentes da cidade, sempre defendendo o direito à terra e ao trabalho para viver com dignidade.

Fechamento da Ford: corte de direitos não gera empregos

“Quando a burguesia avalia que há possibilidades maiores de lucro em outros países, mudam-se sem qualquer compromisso com os trabalhadores, deixando milhares de desempregados e famílias desassistidas.”

Prefeitura e vereadores reduzem salário dos servidores em São Bernardo do Campo

“Diversos especialistas, órgãos como o Conselho Tutelar e movimentos da sociedade civil têm criticado a medida, que viola a Constituição Federal, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e o Estatuto da Juventude.”

Câmara Muncipal e Orlando Morando são responsáveis pela extinção da Fundação Criança

Além de extinção da Fundação Criança, Câmara Municipal e Prefeito de São Bernardo do Campo são responsáveis por ataque ao funcionalismo público.

Subinspetor da GCM de São Bernardo do Campo defende supremacia branca

“Nos vídeos que estão circulando nas redes sociais, é possível ver o servidor cometendo diversos crimes, dentre eles lesão corporal, ameaça e abuso de poder. No entanto, até então não tinha vindo à tona que o sub inspetor da GCM de São Bernardo defende abertamente a supremacia branca.”

Prefeitura multa Movimento de Luta nos Bairros por lutar contra despejos

A multa foi encaminhada como represaria da Prefeitura de São Bernardo do Campo a manifestação que ocorreu dia 12 de agosto; a manifestação denunciava os despejos e reintegrações de posse durante a pandemia.

Orlando Morando usa do poder para se promover ilegalmente em período pré-eleitoral

É curioso perceber que de uma forma ou de outra a justiça de São Paulo referenda os devaneios personalistas da elite política paulista, seja aplicando multas que mal fazem cócegas aos bolsos multimilionários desses políticos enquanto mantém seus direitos ou mesmo fingindo cegueira às claras intenções propagandísticas deles.

Assembleia do MLB em São Bernardo: “Essa luta é pra valer!”

O Movimento de Luta nos Bairros Vilas e Favelas (MLB) reuniu mais de 50 famílias em assembleia na cidade de São Bernardo para discutir a luta contra os despejos e por moradia digna na cidade, nesse domingo, (13).

Trabalhadores vencem e ATENTO é interditada de vez

“A luta segue na ATENTO São Bernardo, sendo exemplo para as mobilizações que precisam ser construídas em todas as empresas que não têm paralisado suas atividades nessa crise de saúde pública.”

Unidade Popular discute o direito humano de morar dignamente em São Bernardo do Campo

A conclusão do debate foi de que é papel da Unidade Popular continuar participando e fortalecendo a luta em defesa da moradia que têm se desenvolvido na cidade, realizar uma grande campanha de denúncias sobre a política criminosa da prefeitura de despejar as famílias e da falta de um plano de combate ao déficit habitacional da cidade, além de agitar, entre o povo, a necessidade de construir uma revolução social no país, para poder assim acabar com todo tipo de exploração e garantir os direitos do povo.

Novidades